IPCA
0.13 Mai.2019
Topo

Cotações


Cotações

Dólar cai e fecha a R$ 3,873, menor valor em uma semana; Bolsa perde 1%

Do UOL, em São Paulo

2018-12-19T17:10:14

2018-12-19T18:34:24

19/12/2018 17h10Atualizada em 19/12/2018 18h34

O dólar comercial fechou esta quarta-feira (19) em queda de 0,73%, cotado a R$ 3,873 na venda. É o menor valor de fechamento em uma semana: em 12 de dezembro, a moda valia R$ 3,852. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, se desvalorizou 1,08%, a 85.673,52 pontos, ao menor nível em mais de uma semana, desde 10 de dezembro (85.914,71 pontos).

Na terça-feira (18), o dólar subiu 0,17%, e a Bolsa, 0,24%.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Bancos, Vale e Eletrobras caem

Puxaram o resultado da Bolsa para baixo a queda nas ações dos bancos Itaú Unibanco (-1,34%) e Bradesco (-1,43%), da Vale (-2,78%) e da Eletrobras (-3,9%).

Os papéis ordinários da Petrobras (PETR3), com direito a voto em assembleia, também caíram (-1,63%), mas os preferenciais (PETR4), com prioridade na distribuição de dividendos, fecharam em alta de 1,14%. 

Juros nos EUA

Investidores aguardavam a decisão sobre a nova taxa de juros nos Estados Unidos, que foi anunciada logo após o fechamento do dólar. O Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA) subiu a taxa pela quarta vez neste ano, para a faixa entre 2,25% e 2,5% ao ano. Mas a entidade reduziu a quantidade de aumentos previstos para o ano que vem, de três para dois.

Juros mais altos nos EUA podem atrair para lá recursos atualmente aplicados em outras economias, como a brasileira. Com isso, a tendência é que o dólar suba por aqui.

Atuação do BC

O Banco Central vendeu nesta sessão 13,8 mil contratos de swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 8,99 bilhões do total de US$ 10,373 bilhões que vence em janeiro.

Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final da semana que vem, terá feito a rolagem integral.

(Com Reuters)

Mais Cotações