PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cotações

Dólar sobe pela 2ª vez, a R$ 3,762, maior valor em 10 dias; Bolsa avança

Do UOL, em São Paulo

21/02/2019 17h17Atualizada em 21/02/2019 18h52

dólar comercial fechou em alta de 0,91%, cotado a R$ 3,762 na venda. É o segundo avanço seguido da moeda norte-americana e o maior valor de fechamento em dez dias, desde 11 de fevereiro (R$ 3,763). O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em alta de 0,4%, a 96.932,27 pontos.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, se refere ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Dona das Casas Bahia cai 10%

Os papéis da Via Varejo, dona das Casas Bahia e do Ponto Frio, despencaram 10,36%, após a empresa reportar prejuízo de R$ 279 milhões no quarto trimestre. As ações da Vale (-0,92%) também registraram baixa.

Ações da CSN disparam

Por outro lado, entre os destaques da Bolsa, as ações da siderúrgica CSN dispararam 9,39%, na maior alta do dia, após a empresa registrar um salto no lucro no quarto trimestre, para R$ 1,77 bilhão.

Também fecharam em alta as ações do Itaú Unibanco (1,82%), da Petrobras (1,33%), do Bradesco (0,87%) e do Banco do Brasil (0,45%). Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Reforma da Previdência

O mercado aguarda o início da tramitação da reforma da Previdência, entregue pessoalmente pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso ontem. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou hoje que tentará instalar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde a proposta começará a tramitar, já na próxima terça-feira (26).

A reforma chega ao Congresso em um momento de cautela com o cenário político, principalmente em relação à capacidade de articulação do governo. Há dúvidas sobre a capacidade do governo de conseguir manter e temores sobre o afrouxamento da proposta para conseguir apoio.

O mercado considera que reformar o sistema de aposentadorias é crucial para melhorar a situação das contas públicas e a economia do país.

Atuação do BC

O Banco Central vendeu 10,33 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares. Assim rolou US$ 7,747 bilhões dos US$ 9,811 bilhões que vencem em março. 

(Com Reuters)

Entenda como funciona o câmbio do dólar

UOL Notícias

Cotações