PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

Bolsas da Ásia fecham em queda; Japão cai 6,08%, e China perde 1,23%

Funcionários acompanham monitores da Bolsa de Valores de Tóquio - Koji Sasahara/JPN/AP
Funcionários acompanham monitores da Bolsa de Valores de Tóquio Imagem: Koji Sasahara/JPN/AP

Do UOL, em São Paulo

13/03/2020 07h46Atualizada em 13/03/2020 11h42

Os índices acionários chineses recuaram hoje, acompanhando as perdas nos mercados globais provocadas pela intensificação dos temores em torno da disseminação do coronavírus em todo o mundo. Mas as perdas acionárias foram bem mais fracas em comparação com outros mercados, contidas por expectativas de que o surto do vírus estaria sob controle na própria China, e com expectativas de mais afrouxamento das políticas fiscais por Pequim.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 1,41%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1,23%, depois de terem caído, respectivamente, 4,7% e 4,2%.

Na semana, o SSEC perdeu 4,8%, enquanto o CSI300 caiu 5,9%.

As ações da China caíram menos do que seus pares globais nas últimas semanas uma vez que a disseminação do coronavírus desacelerou domesticamente e muitas fábricas retomaram o trabalho.

A Bolsa do Japão caiu 6,08%, na maior queda diária em 30 anos, ao menor nível desde novembro de 2016. O índice caiu cerca de 16% só nesta semana.

Veja como as Bolsas fecharam:

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 6,08%, a 17.431 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 1,14%, a 24.032 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 1,23%, a 2.887 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 1,41%, a 3.895 pontos.
  • Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 3,43%, a 1.771 pontos.
  • Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 2,82%, a 10.128 pontos.
  • Em Singapura, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,67%, a 2.634 pontos.
  • Em Sydney o índice S&P/ASX 200 avançou 4,42%, a 5.539 pontos.

(* Com Reuters)

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Cotações