PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Empreendedorismo

'Empreender, quando dá certo, é igual a sexo', diz Luciano Huck

Luciano Huck, durante evento organizado pela Endeavor Brasil e Ernst & Young - Divulgação
Luciano Huck, durante evento organizado pela Endeavor Brasil e Ernst & Young Imagem: Divulgação

Larissa Coldibeli e Afonso Ferreira

Do UOL, em São Paulo

13/11/2014 19h26

Com o histórico de tocar sucessivas empresas, antes e depois de virar apresentador na TV Globo, Luciano Huck foi destaque no evento CEO Summit, organizado pelas consultorias Endeavor Brasil e Ernst & Young, como exemplo de empresário de sucesso. "Empreender, quando dá certo, é igual a sexo", disse.

Conseguir colocar uma boa ideia em prática, segundo ele, é o que torna estimulante estar à frente de uma empresa. "Empreender é delicioso, é muito bom ter ideia. Entender que existe gente disposta a consumi-la, conseguir juntar um time para trabalhar e dividir os louros do sucesso é uma das coisas mais prazerosas da vida", disse. 

Uma das estratégias de Huck para ter sucesso é se cercar de pessoas que conhecem o que fazem. "Adoro me sentir burro e montar times competentes. Muitos gostam de ser sabe-tudo, eu prefiro me cercar de pessoas que saibam mais do que eu."

Sem comentar as recentes polêmicas envolvendo sua marca de camisetas, que foi duramente criticada nas redes sociais por usar o caso de racismo contra o jogador Daniel Alves como marketing, ele falou sobre a necessidade de se preocupar com o mundo à volta do empreendedor. 

"É legal e legítimo empreender e ganhar dinheiro. É assim que o país avança, mas não se pode esquecer o que acontece em volta, com as pessoas que vivem próximas de você."

Nesse sentido, ele diz acreditar que uma tendência importante está nos negócios sociais. "O setor de negócios de impactos social e lucrativo vai se desenvolver nos próximos anos", disse. 

Huck ainda disse que se inspira principalmente em grandes empreendedores que foram capazes de mudar hábitos, de Walt Disney a Roberto Marinho, bem como Bill Gates e Steve Jobs. 

PUBLICIDADE

Empreendedorismo