Bolsas

Câmbio

Restaurante do DF que mistura comidas do país abre franquias para crescer

Michelle Aisenberg

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Oferecer comidas de diferentes regiões do país, como galinhada com pequi, bobó de camarão e feijoada, é a proposta da rede de restaurantes Panelinhas do Brasil. A empresa nasceu em Brasília e cresceu no Centro-Oeste. O objetivo agora é expandir-se com franquias em outras regiões.

A ideia dos sócios Luiz Carlos Franco, 34, e Eric Furtado, 43, foi criar um restaurante que servisse comida típica brasileira de diferentes regiões nas panelinhas bastante usadas no interior de Goiás.

Abriram a primeira loja em Brasília, em 2012. No ano seguinte, foi a vez da primeira franquia, também na capital federal. Foram se espalhando pelo Centro-Oeste, chegando a 29 lojas. 

"Nossa estratégia foi abrir as primeiras franquias perto de casa, antes de começar a expansão para o resto do país", afirma o diretor executivo Paulo Seabra.

Rede mira outros Estados

Em março e junho deste ano, inauguraram as primeiras unidades fora do Centro-Oeste, no Rio de Janeiro e em Curitiba (PR), respectivamente. "Fomos muito bem recebidos fora da nossa região."

O investimento inicial para abrir uma unidade da franquia é a partir de R$ 250 mil. O faturamento médio mensal é de R$ 100 mil, com lucro médio mensal em torno de R$ 15 mil (15%). O retorno do investimento vem em 18 meses. Os dados foram fornecidos pela empresa.

"Trabalhamos com o conceito de comfort food, com pratos que tenham um valor sentimental para quem está comendo. Por isso, buscamos representar cada canto do país", diz Seabra.

Loja escola na Barra da Tijuca

A primeira unidade no Sudeste foi aberta no Rio de Janeiro, no América Shopping, Barra da Tijuca. O local deve servir como loja escola, onde serão feitos treinamentos dos novos investidores e de seus funcionários.

"Como a Panelinhas do Brasil é mais conhecida no Centro-Oeste, trabalhamos para fortalecê-la aqui no Rio de Janeiro. Com o ambiente preparado, estamos abrindo franquias em todo o país", afirma Guilherme Ribeiro, 28, franqueado master no Estado.

No site da rede, estão disponíveis 14 novas opções, com lojas na Zona Sul, Zona Norte e Niterói.

É preciso estudar o mercado local

A rede parece estar consolidada em seu mercado de origem, com a operação plena em um número razoável de lojas, o que é um bom requisito para a expansão da franquia, afirma a consultora do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) Juliana Berbert.

Os interessados devem fazer uma avaliação cuidadosa do mercado local antes de investir, sugere.

"Muitas vezes, os hábitos de consumo variam drasticamente de região para região e nem sempre refletem o mesmo perfil de origem, exigindo algumas adaptações."

Onde encontrar:

Panelinhas do Brasil: http://www.panelinhasdobrasil.com.br/
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos