Bolsas

Câmbio

Estes engenheiros vendem livros em papel para crianças e faturam milhões

Márcia Rodrigues

Colaboração para o UOL, em São Paulo

O engenheiro Guilherme Martins sempre quis empreender. Depois que a sua filha nasceu, ele resolveu que o negócio deveria ser voltado para crianças. Em maio de 2014, ele e os amigos, também engenheiros, Rodolfo Reis, 34, e Luiz Castilho, 34, criaram o Leiturinha, clube de assinatura de livros infantis.

Atualmente o clube tem 18 mil assinantes. Em 2015, a empresa faturou R$ 2,6 milhões. Para este ano, a meta é fechar com um faturamento na ordem de R$ 15 milhões e com o total de 30 mil assinantes. A empresa não revela o lucro do negócio.

Segundo o empresário, o motivo do otimismo é o crescimento da empresa:

  • 2014 - 1.380 assinantes e R$ 350 mil de faturamento
  • 2015 - 10 mil assinantes e R$ 2,6 milhões de faturamento
  • 2016 - Previsão é de fechar o ano com 30 mil assinantes e R$ 15 milhões de faturamento.

O crescimento de assinantes e faturamento não é proporcional. De 2014 para 2015, isso ocorreu porque houve um novo produto, mais barato. "No primeiro ano, vendíamos apenas pacotes com dois livros. Em 2015, começamos a comercializar, também, o de um livro." Com isso, o gasto médio dos clientes caiu de R$ 58 (2014) para R$ 48 (2015).

Neste ano, a estimativa de crescimento de assinantes é menor que a alta de faturamento porque também há novos produtos (coleções para não assinantes). Os valores variam de R$ 180 a R$ 200. "Também estamos fechando novas parcerias com outros canais de vendas, por isso estamos otimistas com o crescimento."

O investimento inicial do negócio foi R$ 500 mil. No primeiro ano, os sócios mantiveram os empregos e tocaram a empresa paralelamente. Somente em outubro do ano passado é que os três começaram a se dedicar exclusivamente à empresa.

Assinatura custa a partir de R$ 34,90

O Leiturinha envia de um a dois livros por mês para crianças participantes do clube. O preço da assinatura mensal de um livro é R$ 44,90, e o de dois livros, R$ 69,90 mais frete de R$ 9. Se o assinante fizer um pacote semestral, os valores são R$ 34,90 e R$ 54,90, respectivamente.

Há, ainda, o kit presente com dois livros, que é enviado uma única vez e custa R$ 69,90. Também é possível assinar apenas a versão digital, que permite acesso a 700 livros e 300 vídeos pelo app. O preço é R$ 19,90 por mês.

Os livros são selecionados conforme a idade do leitor. A assinatura física atende crianças de zero a 10 anos e a digital de zero a 12 anos.

Os pais não podem escolher a obra. Curadores selecionam os livros. "Com os livros, enviamos uma carta pedagógica orientando os pais sobre o que é possível trabalhar com o filho em cima da obra."

Entre os autores, estão Ruth Rocha, Lázaro Ramos, Juan Chavetta, Mariana Caltabianco e Adriana Calcanhotto.

Todo mês o clube envia um brinde diferente (semente de árvores, marcador de livro, régua no formato de girafa para medir o crescimento da criança).

Divulgação
As crianças participantes do clube recebem os livros todos os meses em seu nome

Desafio é manter cliente em tempo de crise

Para Guto Ferreira, especialista em empreendedorismo, o modelo de clube de assinatura é atual e tem bastante mercado para crescer. "A empresa precisa, no entanto, trazer um bom número de títulos com autores renomados e populares da literatura infantil, para o negócio ficar atraente."

Ferreira diz que o fato de os pais não poderem escolher os livros é um ponto ruim do negócio. "As pessoas compram um livro quando têm interesse por aquele tema, história ou autor."

Ferreira afirma que a versão digital do clube pode ser mais interessante para atender à demanda atual. "As crianças estão cada vez mais interessadas em ver vídeos, games e outros conteúdos pela internet. Na versão digital é possível vender, por exemplo, o áudio de histórias para ninar."

Onde encontrar:

Leiturinha: http://www.leiturinha.com.br

Policiais viram super-heróis para educar crianças

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos