Conheça franquias de comida mexicana com investimento a partir de R$ 75 mil

Márcia Rodrigues

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Empreendedores interessados em abrir um negócio no ramo da gastronomia e que querem fugir da culinária oriental, brasileira e italiana, por exemplo, podem investir em franquias de comida mexicana.

Há opções com investimento inicial a partir de R$ 75 mil e o faturamento mensal pode chegar a R$ 120 mil. Veja algumas abaixo (todos os dados foram fornecidos pelas empresas). 

Los Cabrones

A rede Los Cabrones tem três modelos de negócio: food truck, loja de shopping e loja de rua.

Food truck

  • Investimento inicial (taxa de franquia + custo de instalação + capital de giro):  R$ 75 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 35 mil
  • Lucro médio mensal: R$ 10 mil
  • Retorno do investimento: a partir de 12 meses

Loja de shopping

  • Investimento inicial (taxa de franquia + custo de instalação + capital de giro): R$ 160 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 100 mil
  • Lucro médio mensal: R$ 16 mil
  • Retorno do investimento: a partir de 18 meses

Loja de rua

  • Investimento inicial (taxa de franquia + custo de instalação + capital de giro): R$ 160 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 80 mil
  • Lucro médio mensal: R$ 16 mil
  • Retorno do investimento: a partir de 18 meses

Segundo o gerente de expansão da rede, Wellington Martins, a diferença no valor do faturamento das lojas ocorre porque os custos dos shoppings com aluguel, manutenção, entre outros, são mais altos do que os de um estabelecimento na rua.

BurBurrito

A rede BurBurrito trabalha com o modelo de loja.

  • Investimento inicial (taxa de franquia + custo de instalação + capital de giro): R$ 107.880
  • Faturamento médio mensal: R$ 35 mil
  • Lucro médio mensal: R$ 12 mil
  • Retorno do investimento: a partir de 12 meses

Zapata

A rede Zapata tem dois modelos de negócios: ​La Taqueria (loja menor, estilo fast food) e Mexican Bar (bar e restaurante).

La Taqueria

  • Investimento inicial (taxa de franquia + custo de instalação + capital de giro):  a partir de R$ 300 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 120 mil
  • Lucro médio mensal: a partir de R$ 9,6 mil
  • Retorno do investimento: em até 36 meses

Mexican Bar

  • Investimento inicial (taxa de franquia + custo de instalação + capital de giro):  a partir de R$ 500 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 350 mil
  • Lucro médio mensal: a partir de R$ 28 mil
  • Retorno do investimento: em até 36 meses

Brasileiro gosta de novidade, diz consultora

O brasileiro é curioso, aceita com facilidade a novidade e costuma experimentar a gastronomia de outros países, o que torna o negócio atraente, segundo Lyana Bittencourt, diretora da consultoria de franquias Grupo Bittencourt.

"O gosto pela comida mexicana é um processo em desenvolvimento. Há 30 anos, os restaurantes japoneses eram poucos e caríssimos. Hoje há várias opções mais baratas à la carte ou self-service, e muitas são franquias. Há espaço para popularizar a comida mexicana e conquistar muitos clientes."

A consultora diz que, diferentemente das paletas (seis de cada dez franquias de paletas mexicanas fecharam, segundo estimativas), a comida mexicana tem um grande potencial de mercado. "Não é um problema exclusivo da paleta. Todas as operações com um só produto têm dificuldade para perenizar se não houver inovação. Já a culinária como um todo tem muito para se explorar."

Fidelizar cliente: cuidado com a pimenta

Apesar de o brasileiro estar aberto a experimentar, é preciso criar estratégias para ele se tornar um cliente fiel, de acordo com Bittencourt. "Uma opção é criar combos e pratos simples para ele poder consumir todos os dias e não apenas em dias especiais, como ocorreu com a comida japonesa quando foram abertos os primeiros restaurantes."

Há muito mercado para ser explorado, mas as redes precisam se preocupar em adaptar o produto para o gosto do brasileiro, segundo a consultora Patrícia Baubeta, do escritório Baubeta Abreu e Almeida Advogados. "A comida mexicana é muito apimentada. O brasileiro consome pimenta, mas com mais moderação."

Escolha de franquia exige cautela

Antes de fechar qualquer negócio, o empreendedor deve observar há quanto tempo a rede está no mercado e se há clientes para aquele produto na região onde se pretende abrir a loja, diz Baubeta. "É fundamental que o empreendedor consulte franqueados que já atuam na rede para saber sobre o funcionamento da operação. Só assim ele terá uma dimensão maior do negócio."

Bittencourt também afirma que as franquias que oferecem baixo investimento não devem proporcionar um lucro alto. Por isso, ela diz que o empreendedor precisa avaliar o quanto está disposto a pagar pelo negócio e o que espera lucrar.

Artista usa tortilhas para retratar famosos

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos