Bolsas

Câmbio

Espaço cria festa de Réveillon para donos e cachorros comemorarem juntos

Márcia Rodrigues

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Depois de ficar conhecido por realizar eventos como  happy hour e Carnaval sem coleira, o espaço DogLab vai promover o seu primeiro Réveillon para donos e cachorros comemorarem a passagem do ano juntos.

"Resolvemos criar o evento devido ao grande número de pedidos de clientes que já frequentam o espaço junto com o seu pet. Eles não queriam sair de casa e deixar seu animal sozinho, principalmente por causa dos fogos de artifícios que são muito comuns na data", diz  Andressa Gontijo, 35, sócia da empresa.

Metade dos 80 ingressos para a noite de Ano-Novo já foram vendidos. A entrada custa R$ 250 e inclui pratos como quiche com salada, mesa com frutas, bebidas e sobremesa. Crianças com até 3 anos não pagam e de 4 a 12 anos pagam R$ 100.

O cachorro não paga nada, mas também não contará com um buffet de comida ou ração para ele. "Nós só pedimos para o animal ser sociável, porque a maioria ficará solta. Não aceitamos gatos por precaução", diz a empresária. Para participar do evento é preciso fazer reserva.

Localizado no bairro do Brooklin, na zona sul da capital de São Paulo, o espaço tem 500 metros quadrados e foi criado, em 2006, pelo então dog walker (passeador de cachorros) Paulo Carreiro, 40, sócio da empresa. Seu objetivo era diversificar a sua área de atuação e permitir que o espaço fosse utilizado para os mais variados eventos.

No entanto, por ser conhecido pelos seus serviços de adestramento e passeio com os animais, ele acabou por atrair clientes interessados em realizar eventos sobre o mercado pet.

Com isso, dos cinco eventos que realiza por mês, quatro são sobre o segmento. O espaço fatura atualmente R$ 20 mil por mês e tem 40% disso como lucro.

Eventos saem a partir de R$ 1.500

A diária durante a semana sai por R$ 1.500, para um evento que dure o dia todo. Aos fins de semana, ela sobe para R$ 2.500 para o dia todo. Os valores não incluem comida nem café. "Se contratarem o serviço de buffet nós reduzimos o valor da locação."

Gontijo diz que, apesar de seu público principal ser do mercado pet, o espaço também é procurado para a realização de outros eventos. "Em abril do ano que vem, por exemplo, haverá um casamento."

Preço e ideia são atrativos

Beatriz Micheletto, consultora do Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo) diz que a criação de eventos como o Réveillon é uma ideia inovadora e tem boa aceitação pelas pessoas que querem compartilhar bons momentos com  seu animal de estimação.

"A empresa está falando com pessoas cativas e tem público suficiente para viabilizar a ideia."

Micheletto também afirma que o preço do evento é bastante acessível. "A empresa poderia cobrar mais caro com o apelo de que o cliente estará junto com o seu animal de estimação, mas ela preferiu deixá-lo mais atraente, o que é muito positivo."

A consultora diz, no entanto, que antes de abrir um negócio similar é preciso observar a região onde ele será aberto e se o público que deseja atingir está próximo.

Onde encontrar:

DogLab - http://www.doglab.com.br
Reserva somente pelo e-mail:  vem@doglab.com.br

Indicações e benefícios da acupuntura para cães

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos