Bolsas

Câmbio

Laranja que virava adubo agora é vendida por assinatura pela internet

Rita Cirne

Colaboração para o UOL, em São Paulo

A Fazenda São Pedro, em Sorocaba (99 km a oeste de São Paulo), que produz laranjas há 40 anos, estava perdendo muitas frutas por excesso de produção. As laranjas acabavam apodrecendo e viravam adubo. A solução foi dada pela herdeira Alessandra Conde Sodré, 34: ela passou a vender laranja por assinatura.

Em 2012, Alessandra criou a empresa Laranjas Online, que entrega as frutas diretamente ao consumidor, sem intermediários. Segundo a empresa, uma das vantagens é que a laranja chega muito mais fresca ao cliente. Normalmente demora 20 dias entre a colheita e o mercado. A empresa promete entrega em apenas três dias. Também são aceitos pedidos avulsos.

A área de entrega abrange São Paulo e região metropolitana: Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Osasco e Alphaville (entre Barueri e Santana de Parnaíba). Não entrega em Sorocaba.

Alessandra investiu inicialmente R$ 60 mil na empresa, mas não revela faturamento nem lucro.

A assinatura mensal básica custa R$ 30, e são entregues quatro sacos de 3 kg no total, um a cada semana. O preço do quilo sai por R$ 2,50 (em supermercados, é possível encontrar laranja a R$ 2 o quilo).

Segundo a empresa, o público principal são consumidores das classes A e B.

Laranjas em excesso viravam adubo

A empresária abriu a Laranjas Online após observar que boa parte dos frutos da fazenda vinha sendo descartada e servindo de adubo (na época, as indústrias produtoras de sucos estavam com excesso de oferta).

No início, ela anunciou a nova empresa em sua página no Facebook e fez pessoalmente as entregas das frutas. Passados cinco anos, a Laranjas Online tem dez funcionários e 340 assinantes e conta com três carros e dois caminhões para fazer as entregas. Ela vende cem toneladas de laranjas por mês.

Do total de 220 mil caixas de 40 quilos de laranja que a Fazenda São Pedro produz por safra (no período de 11 meses), 80% se destinam às indústrias de sucos e 20% são comercializadas pela Laranjas Online.

Empresa busca distribuidor

A empresa começa a buscar parceiros para distribuir o produto no interior do Estado de São Paulo.

O investimento inicial é de R$ 50 mil (inclui um carro do tipo picape pequena, um computador e um celular). Não há necessidade de capital de giro. A compra é feita de acordo com a demanda.

O retorno gira em torno de dez meses. O faturamento médio no primeiro ano é de R$ 30 mil, e o lucro médio, de 20%.

Empresa deve cuidar da logística e da entressafra

Luis Cláudio de Sousa Pereira, consultor de marketing do Sebrae-SP, diz considerar esse negócio como muito competitivo por oferecer um produto com alto valor agregado, por ser um diferencial no segmento.

"A empresa conseguiu tirar o intermediário do processo e, com isso, reduziu o tempo em que as laranjas chegam até o consumidor em até sete vezes. Passaram de 20 dias, que é o prazo normal em que o produto leva do produtor até a Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) e revendas, para três dias", diz.

Outros destaques apontados por ele são a criação do e-commerce e do canal de comunicação com o público por meio do Facebook. "É uma mudança substancial na comercialização de um produto agrícola."

Um cuidado que o trabalho desse tipo exige, diz ele, é a elaboração de um bom programa de logística. "A empresa precisa sempre cumprir o prazo e chegar à casa do cliente realmente em três dias".

Para enfrentar a diminuição da produção no período de entressafra, é preciso contar "com um bom planejamento para que não falte mercadoria durante todo o ano", diz ele.

Onde encontrar

Laranjas Online - https://www.laranjasonline.com/
 

Exportações brasileiras de suco de laranja registram queda de 17%

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos