IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Finanças pessoais


Pesquisa: Gastar demais é principal causa de briga de casais por dinheiro

Do UOL, em São Paulo

02/04/2019 18h46

Gastar mais do que ganha é a principal causa de discussão entre casais no que diz respeito a dinheiro, de acordo com uma pesquisa sobre orçamento familiar feita pelo SPC Brasil e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) em parceria com o Banco Central.

Dos entrevistados, 38% afirmaram ter discussões por conta do hábito do parceiro ou parceira de gastar além de sua capacidade financeira.

Não conseguir poupar é outro hábito criticado com frequência pelo cônjuge, sendo apontado por 27% dos entrevistados como a razão de brigas relativas a dinheiro. O atraso no pagamento de contas foi mencionado por 25% dos entrevistados.

A pesquisa revelou que 46% dos casais dizem brigar por dinheiro ou por questões ligadas às finanças da casa. Para 54% deles, esse tipo de conflito não é recorrente.

Contas abertas

De acordo com a pesquisa, em 89% dos casais o parceiro ou a parceira contam um ao outro o quanto ganham, e em 95% deles há o hábito de contar também como eles gastam o dinheiro.

Mas o número cai para 66% quando considerados os entrevistados que contam todas as compras que fazem.

A pesquisa mostrou que 29% dos parceiros ou parceiras não detalham todas as compras, e a principal razão é para evitar brigas.

Roupas, calçados e acessórios, com 32% das menções, são os tipos de compras omitidos com mais frequência pelos cônjuges. Maquiagem, perfumes e cosméticos (27%) e comida e guloseimas (25%) também estão na lista.

Casais jovens planejam mais juntos

Mais de 40% dos casais afirmaram que fazem juntos planos para o futuro. Entre as duplas mais jovens, o número é bem mais alto e chega a 80%.

Por outro lado, 31% dos casais não possuem nenhum tipo de planejamento, enquanto 27% deles afirmam ter projetos, mas não fazem nada de concreto para atingi-los.

Metodologia da pesquisa

A pesquisa entrevistou 804 consumidores maiores de 18 anos, de todas as classes sociais, nas 26 capitais e no Distrito Federal.

Como cobrar dívida de um amigo

UOL Notícias

Finanças pessoais