PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

BNDES vende milhões de ações da Petrobras; reserva acaba hoje. Vale a pena?

Nos próximos dias, milhões de ações da estatal Petrobras serão colocadas no mercado pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). O banco do governo vai ofertar 734,2 milhões de ações ordinárias (ON), papéis que dão ao investidor direito de voto nas assembleias da empresa. O plano é vender até 20% desse total para pessoas físicas e o restante para investidores institucionais —como fundos de pensão.

O prazo para reservar as ações termina nesta terça-feira (4). Saiba se vale a pena entrar nesse negócio e como comprar as ações.

Ação mais negociada do mercado

Os papéis da Petrobras estão entre os mais negociados do mercado, representando 10,5% do Ibovespa, o principal índice de ações da Bolsa brasileira. São 4,1% de ações ordinárias (PETR3) e 6,4% de ações preferenciais (PETR4), com preferência na distribuição de lucros.

Isso quer dizer que qualquer um já pode comprar ações da Petrobras na Bolsa, diretamente ou por meio de fundos de investimento. O que a venda pelo BNDES fará é aumentar a quantidade de papéis da petroleira em circulação.

"Vão entrar mais ações da Petrobras no mercado e, quando isso acontece, sempre tem um burburinho", afirmou o diretor de Planejamento Financeiro da consultoria Fiduc, Valter Police Júnior.

De olho no desconto

Comprar os papéis vendidos pelo BNDES só vale a pena, portanto, se o preço de venda for mais baixo que o das ações que já estão no mercado, afirmou o sócio gestor da AZ Quest, Bernardo Zerbini.

A ação ordinária da Petrobras encerrou janeiro valendo R$ 30,35. O preço da ação vendida pelo banco só será definido amanhã.

O investidor que fizer a reserva tem o direito de apontar um valor máximo que topa pagar pelo papel. Se o valor final ficar acima desse preço, ele pode desistir da reserva sem custos.

Quem optar por comprar o papel só poderá vendê-lo após 45 dias.

O valor mínimo para o investidor pessoa física entrar no negócio é R$ 3.000, e o valor máximo é de R$ 1 milhão.

Empresa está focando em exploração de petróleo

Para Police Júnior, esse tipo de oferta pode fazer mais sentido para fundos de pensão e fundos de investimentos de previdência privada, que compram grandes lotes para aplicar no longo prazo. "Avaliar esse tipo de negócio e checar se vale mesmo a pena comprar envolve um trabalho profissional", disse.

Mas o negócio também pode ser atraente para pessoas físicas porque o mercado avalia que a Petrobras passa por um momento positivo.

A empresa está vendendo ativos de refino e logística e concentrando esforços na área central da companhia, que é prospecção e exploração de petróleo, afirmou o economista-chefe do banco digital Modalmais, Álvaro Bandeira. A empresa está aumentando seu caixa, reduzindo as dívidas e ganhando mais fôlego para investir no segmento em que tem mais rentabilidade.

"Se for mantido tudo isso, continuo achando que Petrobras é um bom investimento de longo prazo", disse Bandeira.

No terceiro trimestre de 2019 (último dado disponível), a Petrobras teve lucro líquido de R$ 9,09 bilhões, 36,8% maior que o registrado no mesmo período do ano anterior.

Preço dos combustíveis

Apesar desse cenário positivo, os especialistas lembram que a Petrobras é uma empresa estatal e que a sua ação pode passar por instabilidade devido a questões políticas, por exemplo.

Nos últimos 12 meses, a ação ordinária da Petrobras acumulou alta de 2,71%, menos que o Ibovespa, que ganhou 16,81% no mesmo período. Em agosto de 2019, a ação chegou a valer R$ 28,24.

Bandeira afirmou que a empresa tem liberdade para definir preços de combustíveis. Isso permite que ela repasse às distribuidoras —e, consequentemente, ao consumidor final— eventuais aumentos no preço do dólar e do petróleo no mercado internacional.

Mas, quando o preço dos combustíveis dispara na bomba, essa política de preços acaba sendo alvo de pressões dos consumidores, o que deve ser levado em conta pelo investidor.

Tem interesse? Faça a reserva

O primeiro passo para reservar ações da Petrobras vendidas pelo BNDES é ter conta em uma das instituições financeiras abaixo:

  • Credit Suisse
  • Bank of America
  • Bradesco
  • Banco do Brasil
  • Citi
  • Goldman Sachs
  • Morgan Stanley
  • XP Investimentos

Veja o calendário da oferta de ações:

  • 4 de fevereiro: termina o prazo para solicitar ao banco a reserva de ações
  • 5 de fevereiro: preço da ação é definido
  • 7 de fevereiro: ações entram em circulação
  • 10 de fevereiro: investidor faz o pagamento pelas ações

Gostou deste texto? Assine a newsletter UOL Investimentos para receber informações como esta em primeira mão no seu email.

Finanças pessoais