PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Sindicato admite que atrasou programa do IR 2022 e que pode haver erros

O prazo do Imposto de Renda 2022 será uma semana menor porque o programa de declaração atrasou - Aplicativo Meu Imposto de Renda
O prazo do Imposto de Renda 2022 será uma semana menor porque o programa de declaração atrasou Imagem: Aplicativo Meu Imposto de Renda

Fabrício de Castro

Do UOL, em Brasília

24/02/2022 13h53Atualizada em 05/04/2022 15h56

O lançamento do programa de declaração foi atrasado pela operação padrão dos funcionários da Receita. A informação é do próprio Sindifisco Nacional (Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal). E o sindicato diz que ainda há risco de mais atrasos e de problemas técnicos (bugs). A Receita Federal anunciou nesta quinta-feira (24) as regras do IR, revelando que o prazo só começaria em 7 de março, diferentemente dos outros anos, quando o início em 1° ou 2 de março. A Receita também culpou o movimento dos funcionários pelo atraso.

"Existe uma mobilização inédita dos servidores, e isso impactou diretamente a equipe que desenvolve o programa de declaração", afirmou o auditor Marcus Dantas, representante do comando nacional de mobilização do Sindifisco. "Caso o governo não se manifeste, podemos provocar novos atrasos. Inclusive, esse programa poderá vir com uma série de bugs [erros]", declarou.

Dantas afirmou ainda que o lançamento do programa de declaração do IR pela Receita é antecedido por uma série de testes para correção de erros. Estes testes são realizados por auditores da Receita.

Segundo ele, por causa da mobilização, muitos servidores desistiram de realizar os testes para identificação de erros. Há ainda servidores que entregaram cargos de chefia.

"Este programa precisa de atualizações e testes de confiabilidade. E centenas de auditores que faziam isso não estão fazendo mais", afirmou Dantas. "Eventualmente, estamos imaginando que ele terá muitos problemas."

O que diz a Receita Federal

Questionada sobre a possibilidade de atraso maior no lançamento do programa e da possível ocorrência de erros, a Receita Federal afirmou ao UOL, por meio de nota, que "os programas do Imposto de Renda da Pessoa Física serão disponibilizados apenas no dia 07 de março para que haja tempo hábil para concluí-los com a qualidade usual e esperada pelos contribuintes ano após ano".

Desde dezembro do ano passado, os servidores da Receita reivindicam a regulamentação de um bônus da categoria, de 2017. Para isso, eles promovem operação-padrão em vários setores do órgão, atrasando projetos como o do IR.

A regulamentação do bônus, na prática, significará um aumento da remuneração dos auditores - uma das classes com maiores salários entre os funcionários públicos federais. A remuneração de um auditor fiscal hoje varia de R$ 21.029,09 (inicial) a R$ R$ 30.303,62 (topo da carreira).