Só para assinantesAssine UOL

BBB 24: um retrato de como os brasileiros lidam com as finanças

Para começar esse texto, gostaria de fazer uma pergunta: você já parou para pensar que o Big Brother Brasil (BBB) não é apenas um reality show de intrigas e festas? Além de todas as desavenças e diversão, a cada edição, o programa joga luz em alguns comportamentos do povo brasileiro que podem ser um verdadeiro reflexo do país, como os hábitos financeiros.

Assim como os participantes elaboram planos mirabolantes para permanecer na casa mais vigiada do Brasil, muitos telespectadores também vivem pensando em estratégias para fugir dos perrengues financeiros. Afinal, de acordo com os dados do levantamento realizado pelo Serasa em novembro de 2023, quase 72 milhões de brasileiros estão em situação de inadimplência.

Em poucos dias de programa, a edição deste ano já destacou diversas situações envolvendo a falta de dinheiro e o anseio para mudar de vida. Com um elenco bastante diverso, o reality selecionou para o grupo "pipoca", nome dado aos competidores anônimos, participantes que agradaram bastante o público que acompanha a atração assiduamente. E por que isso aconteceu?

Os pipocas, logo nas apresentações iniciais, falaram sobre seus grandes dilemas financeiros, como dívidas em bancos, cartões de crédito e salário incompatível com as despesas. Como foi o caso de uma das competidoras que revelou na dinâmica ter apagado o aplicativo do cartão de crédito porque não tem dinheiro para pagar a conta.

Essas histórias de endividamentos contadas por cada um deles seguem repercutindo nas redes sociais e trazendo uma grande identificação do público. E não para por aí. Durante esses dias também foi possível acompanhar o relato de outra participante que parcelou o celular para pagar em três anos. E a emoção da primeira líder ao ganhar um carro novo e revelar que sempre andou de transporte público, porque não tinha condições de comprar um automóvel.

Todos esses acontecimentos conectam os participantes com a população brasileira. Afinal, quem nunca passou por algo parecido? Por isso, é importante falarmos sobre a educação financeira.

Os desafios semanais x contas do mês

No reality, os participantes encaram provas semanais para garantir a imunidade e a permanência na casa por mais alguns dias. Na vida real, enfrentamos desafios mensais para garantir que todas as contas estejam em dia. E não é que os dois têm lá seus paredões? Quando "a grana está curta", precisamos escolher quais contas pagar primeiro. Assim como os competidores criam táticas para sobreviver na casa, aqui fora também temos que elaborar estratégias para sair do aperto financeiro.

Na casa do BBB, os participantes precisam se policiar para não tomar punições e perder as "estalecas", que podemos chamar de salário, o qual os participantes usam para comprar as comidas e até poderes coringas. O mesmo acontece na vida aqui fora. Temos que nos organizar e estar sempre atentos para não nos deparar com endividamentos. A incompatibilidade salarial, quando o salário não cobre as despesas, é uma realidade que ecoa também na vida real e no BBB.

Continua após a publicidade

Por isso, é essencial conhecer as suas dívidas. Se serve como dica, liste todos os débitos e contas para pagar, assim será possível identificar o quanto está devendo e o quanto essas despesas estão comprometendo a renda. Esse primeiro passo pode ajudar a facilitar o entendimento de como quitar as dívidas e de quais gastos podem ser cortados ou não. Após isso, comece um planejamento financeiro pessoal. Esse processo serve também para alcançar metas financeiras. Registre tudo o que entra e sai da conta, identifique os "desperdícios", defina seus objetivos, tenha disciplina e faça uma manutenção periódica do seu planejamento. O que fará toda a diferença é o seu comprometimento!

Relação com o dinheiro nas câmeras x nas redes sociais

Também podemos ver que, assim como os participantes são espiados 24 horas por dia, nós também vivemos sob os olhares das redes sociais. Às vezes, mostramos uma realidade financeira mais "arrumadinha" do que a que realmente vivemos, como foi um caso levantado em um diálogo entre duas competidoras. Durante a conversa, uma das participantes falou sobre a necessidade de inventar desculpas para não gastar dinheiro, e essa atitude só nos revela a pressão financeira enfrentada por muitos brasileiros, forçando escolhas difíceis entre lazer e responsabilidades financeiras.

Para acabar com esse sofrimento e poder curtir um momento de lazer com os amigos, aconselho que você comece a organizar suas finanças. Inicie fazendo um mapeamento completo dos gastos mensais e entenda qual a quantia que pode ser destinada para os passeios. Sabemos que imprevistos acontecem, e eles acabam dificultando o planejamento financeiro, por isso é importante reforçar também o quanto é essencial construir a "reserva da paz".

Para isso, o primeiro passo é entender qual o destino do seu dinheiro mensalmente, organizar os gastos e investir uma parte para a reserva de emergência. Esse investimento pode ser feito em Tesouro Selic, CDB com liquidez diária, fundos de renda fixa ou fundos DI. Com esse dinheiro investido, é possível ter uma certa tranquilidade com relação às despesas e, assim, se programar melhor para ter os momentos de diversão.

Afinal, se você tem um dinheiro reservado como suporte de imprevistos, você já tem meio caminho andado para se divertir sem se preocupar com o que pode acontecer. Claro que, sempre usando o valor destinado para essa situação!

Continua após a publicidade

O prêmio milionário x nossos sonhos de riqueza

E quando se trata do pódio final? Aquele prêmio milionário do BBB é o sonho de todos os participantes, mas será que também não é parecido com o nosso sonho de conquistar a independência financeira? Afinal, quantos de nós não sonhamos em ganhar na loteria ou encontrar um atalho mágico para a riqueza? O desejo de alcançar a independência financeira não é muito diferente.

Então, caso você consiga o tão sonhado prêmio, seja ele em dinheiro ou a independência financeira, estude mais, comece a poupar e aprenda a investir. Buscar conhecimento e estudar sobre educação financeira é um investimento que você faz pensando no futuro financeiro, e investir de forma segura e saudável pode ser o caminho para realizar sonhos de longo prazo.

Em resumo, o BBB é quase um espelho das nossas vidas financeiras. O reality mostra que, assim como na casa mais vigiada do Brasil, aqui fora também temos que jogar o jogo da vida com sabedoria, fazer alianças estratégicas, enfrentar desafios mensais e, quem sabe, sonhar com um prêmio milionário que vai mudar nossa história. Então, fica a reflexão: será que a gente não tem muito a aprender sobre finanças assistindo ao BBB? Eu aposto que sim!

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes