Só para assinantesAssine UOL
Reportagem

Quanto e onde investir para receber R$ 1.000 todos os meses pelo Tesouro

Sabia que é possível investir no Tesouro Direto e receber os juros na sua conta corrente periodicamente? Na coluna de hoje eu explico como funciona esse investimento e quanto você precisaria ter para receber o equivalente a R$ 1.000 por mês.

Tesouro Prefixado 2035

Para receber o equivalente a R$ 1.000 por mês na sua conta corrente, você precisaria ter, hoje, R$ 131 mil investidos em um título chamado Tesouro Prefixado 2035. Hoje, a rentabilidade dele está em 10,75% e o investimento mínimo é de R$ 38,75.

Eu disse "equivalente a R$ 1.000 por mês" porque o Tesouro Direto não paga os juros mensalmente, e sim semestralmente. Com R$ 131 mil investidos, você receberia R$ 6.000 em janeiro e outros R$ 6.000 em julho de cada ano, o que dá uma média de R$ 1.000 por mês.

Mas antes de fazer o investimento, note que eu não falei em inflação até agora. Esse título não faz a correção monetária dos seus investimentos. Da mesma forma que hoje você receberia uma média de R$ 1.000 por mês, no ano que vem continuará ganhando o mesmo valor, e no ano seguinte também, até o vencimento do título, em 2035.

Tesouro IPCA 2035

Para que o seu patrimônio seja atualizado pela inflação, o ideal é aplicar em um outro título, chamado Tesouro IPCA. Para receber o equivalente a R$ 1.000 por mês, é preciso ter, hoje, R$ 254 mil aplicados no Tesouro IPCA 2035. A rentabilidade dele está atrelada à inflação. Hoje, esse título paga o IPCA e mais 5,57%.

Veja que no caso do Tesouro IPCA, o valor do investimento necessário é muito maior, quase o dobro da quantia requerida por quem escolhe o Tesouro Prefixado. Mas aí é que está o pulo do gato, e o erro de muitos investidores. Como o Tesouro Prefixado paga juros maiores, as pessoas tendem a preferi-lo. Mas, se você não reinveste parte dos juros recebidos, a tendência é que o seu patrimônio se desvalorize a longo prazo, por causa da inflação.

Com o Tesouro IPCA, essa perda não acontece. A cada seis meses, caem na sua conta só os rendimentos que o dinheiro teve acima da inflação, enquanto o valor total investido continua sendo corrigido pelo IPCA. Você recebe menos por mês, mas em compensação seu patrimônio é reajustado de acordo com a inflação.

Juntando o necessário para receber R$ 1.000 por mês

Se você não tem os R$ 254 mil para investir no Tesouro, talvez possa juntar ao longo de alguns anos.

Continua após a publicidade

Investindo R$ 1.000 por mês, com a rentabilidade atual do Tesouro IPCA, você levaria 15 anos para conseguir R$ 250 mil mais a correção da inflação do período. Isso permitiria a você, daqui a 15 anos, passar a receber o valor de R$ 1.000 mensais corrigidos pela inflação.

Essa lógica vale para qualquer valor que você queira investir. Por exemplo, se aplicar R$ 2.000 por mês, daqui a 15 anos começará a ganhar R$ 2.000 mensais corrigidos. Se aplicar R$ 10 mil por mês, ganhará R$ 10 mil mais a inflação, e assim por diante.

Apenas lembre-se de que, para você conseguir esse retorno lá na frente, precisará atualizar o valor dos seus aportes todos os anos, de acordo com a inflação. Por exemplo, se você começar investindo R$ 1.000 por mês, e a inflação nos próximos 12 meses ficar em 10%, a partir do 13º mês você passa a aportar R$ 1.100 mensais (os R$ 1.000 iniciais mais 10%).

Alguma dúvida?

Tendo alguma dúvida sobre investimentos, me siga no Instagram e envie uma mensagem por lá. Sua dúvida poderá ser respondida nesta coluna.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes