PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Dinheiro te dá liberdade de não ficar preso a um emprego ou casamento ruim

iStock
Imagem: iStock
Conteúdo exclusivo para assinantes

Letícia Braga de Andrade

25/02/2022 04h00

"Dinheiro não traz felicidade." "Quero estar triste em Paris." Ou Nova York... ou Dubai... ou Caribe...

Trabalho há mais de 20 anos com economia e, há cerca de 15 destes, lido com educação financeira, o que me gabarita a dizer: De fato, dinheiro não traz felicidade... dinheiro traz liberdade! Liberdade, inclusive, para poder escolher onde curtir a própria tristeza.

Ser financeiramente livre é poder escolher não ficar preso a nenhum trabalho, nenhuma empresa, nenhum casamento... a não ser que você realmente queira.

Mas como construir essa liberdade? A resposta é tão simples quanto difícil: investindo suas economias. O difícil nem é tanto a ação... o difícil é o que vem antes da ação.

Guardar dinheiro, para a maioria da população brasileira, exige mudanças de comportamento que passam por autoconhecimento, encarar frustrações, medos, crenças... autoestima, persistência, comprometimento consigo mesmo e com os que dependem de você.

Já investir requer estar aberto a aprender e manter-se curioso diante de inúmeras oportunidades financeiras.

E por mais que tudo isso seja difícil, lhe garanto: Investir é construir a própria liberdade e se permitir ter mais autonomia, ser mais ousado, ter mais sonhos... Investir é poder viver de forma mais tranquila, segura e leve...

Então, para ajudar, compartilho algumas dicas de como começar a construir a sua liberdade:

- Comece a guardar dinheiro, que sejam R$ 10 por mês... o valor não importa, o que importa é você incluir na sua rotina o hábito de poupar. Outro fator positivo desse hábito é a automotivação, pois conforme o valor aumenta, você percebe sua evolução e renova suas energias para trilhar o caminho.

- Tenha um valor de referência para dizer se algo é caro ou barato para você. Para isso, divida sua renda mensal líquida pelo número de horas trabalhadas no mês. O resultado corresponde a quanto você ganha por hora trabalhada. Este deve ser o seu valor de referência, pois ele responde à pergunta: quantas horas preciso trabalhar para pagar por aquilo que desejo.

- Alimente o seu sonho. Tire uma foto daquilo que você deseja muito ou tenha uma imagem que represente isso (praia, por exemplo). Deixe salvo no celular num local bem fácil de encontrar. Toda vez que bater a vontade de comprar qualquer outra coisa, olhe para essa foto/imagem, se inclua nela e pense se vale a pena adiar esse desejo para adquirir aquela "tentação".

Liberdade requer coragem... Coragem de se conhecer, de se educar, de se vencer! Feito isso, depois só vai!

Nos vemos por aí... livres e felizes!

As opiniões emitidas neste texto são de responsabilidade exclusiva da equipe de Research do PagBank e elaboradas por analistas certificados. O PagBank PagSeguro e a Redação do UOL não têm nenhuma responsabilidade por tais opiniões. A única intenção é fornecer informações sobre o mercado e produtos financeiros, baseadas em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representam nenhum compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do UOL. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados não expressam a opinião do UOL, nem de quaisquer empresas de seu grupo, não se responsabilizando o UOL pela sua veracidade ou exatidão. Os produtos de investimentos mencionados neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão preencher o questionário de suitability para a identificação do seu perfil de investidor e da compatibilidade do produto de investimento escolhido. As informações aqui veiculadas não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor, sendo recomendável que este busque orientação independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do UOL.

Especialistas em finanças ajudam você a poupar e a escapar de erros comuns para quem quer construir um patrimônio. Tenha informações que auxiliam você a tomar decisões sobre investimentos e aproveite melhor as oportunidades disponíveis no mercado