PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Anotar e organizar as despesas: veja na prática o poder que isso tem

Você é organizado com suas finanças? Veja como o hábito anotar e organizar seus gastos pode te ajudar - Morsa Images/iStock
Você é organizado com suas finanças? Veja como o hábito anotar e organizar seus gastos pode te ajudar Imagem: Morsa Images/iStock

Gabriel Riva

08/06/2022 04h00

Como educador financeiro, já escrevi alguns textos que reforçam a importância de anotar e organizar as despesas, mostrando como isso ajuda as pessoas a entender para onde seu dinheiro vai.

Mas hoje vou entrar um pouco mais a fundo neste assunto, mostrando por que fazer, como pode ser feito e algumas dicas práticas.

Por que anotar os gastos?

É comum as pessoas acharem que conseguem lembrar tudo que compram. Mas fato é que, hoje em dia, a maioria das compras acontece por meio de pagamentos digitais e automáticos, como Pix, carteira digital, débito automático, entre outros.

Por este motivo e por limitações normais de memória, nem sempre consultamos e lembramos nossos gastos.

A verdade é que, no final do dia, é bem provável que você tenha esquecido boa parte do que comprou — principalmente quando as compras são feitas com cartão de crédito que, entre uma e outra aquisição parcelada, formam uma grande fatura.

Em alguns momentos as parcelas do cartão podem até ultrapassar levemente o seu salário ou boa parte dele, podendo gerar prejuízos financeiros, sociais, emocionais e até físicos.

É aí que devemos ficar em alerta!

Se entendemos que não conseguimos memorizar nossos gastos e o consumo está fora de controle, é necessário agir o quanto antes. Assim, você conseguirá diagnosticar em qual situação abaixo se encontra:

  • O que ganho é suficiente para pagar o que gasto;
  • Pago todas as despesas e ainda consigo poupar e investir;
  • Estou conseguindo direcionar o dinheiro para conquista de sonhos e objetivos individuais e familiares;
  • Além de não conseguir pagar as despesas, estou endividado com linhas de crédito, tentando sair do sufoco

Eu não sei qual é o seu diagnóstico, mas posso afirmar que anotando e organizando seu consumo você conseguirá traçar estratégias financeiras que te guiem no dia a dia, sejam elas quais forem.

Como fazer

Você pode usar aplicativos e planilhas eletrônicas, como o Excel ou o Planilhas Google, ligado à conta Gmail. Ou até fazer a planilha financeira no papel.

Organizar grupos de despesas é um passo importante. Alguns exemplos de grupos são: alimentação, lazer, transporte, saúde, contas de casa e investimentos. Faça grupos baseados nos seus hábitos e não esqueça de lançar tudo.

Depois de tomar consciência sobre ganhos e gastos, você começa a realizar o controle do seu orçamento.

Só anotar gastos e ganhos não serve para nada. Depois de perceber no que gasta, você toma consciência e pode tomar escolhas melhores para seu bem-estar, ou levantar questionamentos sobre suas escolhas financeiras, pois o julgamento é pessoal.

E não há regras sobre o que você gosta de comprar, mas ter controle disso é importante. Uma pergunta boa de se fazer para controlar gastos é: "eu preciso ou eu quero isso?".

Você perceberá que algumas de suas despesas talvez nem tenham mais utilidade e, sendo assim, por que não a substituir por um investimento? Ou realocar para o pagamento de uma dívida?

Porém, mais importante que registrar e organizar suas despesas, é organizar o comportamento que você tem com seu dinheiro. Assuma o controle e o transforme em um parceiro na conquista de seus sonhos e objetivos.

As opiniões emitidas neste texto são de responsabilidade exclusiva da equipe de Research do PagBank e elaboradas por analistas certificados. O PagBank PagSeguro e a Redação do UOL não têm nenhuma responsabilidade por tais opiniões. A única intenção é fornecer informações sobre o mercado e produtos financeiros, baseadas em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representam nenhum compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do UOL. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados não expressam a opinião do UOL, nem de quaisquer empresas de seu grupo, não se responsabilizando o UOL pela sua veracidade ou exatidão. Os produtos de investimentos mencionados neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão preencher o questionário de suitability para a identificação do seu perfil de investidor e da compatibilidade do produto de investimento escolhido. As informações aqui veiculadas não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor, sendo recomendável que este busque orientação independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do UOL.

Especialistas em finanças ajudam você a poupar e a escapar de erros comuns para quem quer construir um patrimônio. Tenha informações que auxiliam você a tomar decisões sobre investimentos e aproveite melhor as oportunidades disponíveis no mercado