IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

ANÁLISE

Como conseguir ter a mentalidade da riqueza?

Quer ter mentalidade de rico? Veja o que precisa fazer para isso - Getty Images
Quer ter mentalidade de rico? Veja o que precisa fazer para isso Imagem: Getty Images

Gabriel Riva

16/12/2022 04h00

Alguns gatilhos de comportamento podem atrapalhar sua vida financeira. Mas, antes de saber quais são os gatilhos comportamentais, é importante entender o que eles são. Basicamente, são estímulos que agem diretamente no cérebro. Não se trata de hipnose ou algo do tipo, pois a base desse tipo de gatilhos está na psicologia.

Existem alguns pensamentos que podem estar acontecendo neste exato momento que, em vez de acionar gatilhos da mentalidade rica, acionam os gatilhos da pobreza. Muitas vezes, fazem você tomar atitudes que não vão te enriquecer ou trazer dinheiro na prática.

Se você conseguir adotar os gatilhos corretos, coisas incríveis vão acontecer em sua vida financeira, como sobrar dinheiro para conseguir investir no fim do mês.

Por isso trago cinco gatilhos da mentalidade pobre que podem estar te impedindo de ter dinheiro e investir.

1) Escassez

Toda vez que você fala para você mesmo "eu não posso, não tenho, não consigo ou ganho pouco para isso", seu cérebro gera vibrações do gatilho da escassez, e este é um dos gatilhos da mentalidade pobre. No lado oposto, este tipo de conversa interna não existe, pois na mentalidade rica o pensamento é "quanto dinheiro eu preciso ter para conseguir isso".

Um bom exemplo é pagar 15% de Imposto de Renda sobre o rendimento de um investimento em CDB ou receber 100% da poupança, mas com rentabilidade menor. Neste caso, para muitas pessoas a poupança é a melhor escolha, mesmo recebendo menos e tendo a segurança do investimento.

A escassez é um grande sabotador da mentalidade da riqueza, pois sempre te leva a pensar no que você vai perder ou no quanto terá que pagar. O ideal é pensar o quanto irá ganhar ou acumular.

2) Gatilho da manada

Manada é basicamente o coletivo de bois, gado ou rebanho. Na economia comportamental, esse conceito é usado para explicar a tomada de decisão de uma pessoa que simplesmente segue o comportamento de uma maioria ou de uma parte de uma comunidade.

Por exemplo, se todas as pessoas do seu círculo social possuem carro, pensar que você também precisa de um te coloca no comportamento de manada. Mas o correto é você se perguntar: "Por que eu tenho que ter um carro?"

Para seu cérebro, no momento em que você faz algo muito diferente de seu círculo social, é acionado um sentimento de falta de pertencimento e possível "risco" e assim lhe direcionar para junto da "manada".

Achar que as pessoas estão sempre bem com suas finanças é inocência, porque muitos estão somente seguindo um comportamento coletivo. Questione se o que você está comprando é o que você precisa ou pode comprar.

3) Gatilho da autoridade conquistada sem critério

Consiste em você se perguntar qual é a autoridade que um parente ou conhecido tem para te dizer onde você deve ou não investir o seu dinheiro. Eles estudaram para saber isso? Sabem investir? Entendem como funciona o mercado financeiro?

Digo isso porque é comum recebermos ou procurarmos indicações de investimentos de pessoas próximas. Quando alguém te indica algo fora do seu perfil ou uma informação divergente, pode gerar grandes frustrações e perdas.

4) Gatilho do imediatismo

Quando você compra coisas por impulso, naturalmente é acionada a sensação de prazer. Neste caso seu cérebro não teve tempo de avaliar aquela compra, e muito provavelmente você comprou mais caro quando não devia e/ou de quem não devia.

As pessoas que operam no gatilho da mentalidade da riqueza sempre vão ponderar, calcular, fazer comparações, entender se vale a pena financiar ou investir para ganhar dinheiro.

5) Gatilho das crenças limitantes

São coisas que você acredita, mas que te impedem de ganhar impulso em sua vida financeira. Por exemplo: "Nunca vou conseguir fazer uma faculdade, nasci pobre e morrerei pobre, os ricos não prestam". Essas crenças são colocadas em sua cabeça na maioria das vezes por familiares ou pessoas próximas, passando de geração em geração, fazendo seu cérebro absorver como verdade.

Por isso, sempre se pergunte: "O que me impede de ser rico? Por que não conseguiria fazer uma faculdade?" Responder a essas perguntas vai te fazer pensar em formas de mudar a situação.

A verdade é que muitas vezes nós mesmos criamos estes mecanismos de defesa para nos isentar de algumas responsabilidades. É mais fácil acreditar que não posso, que não consigo, que ninguém nunca fez, do que buscar histórias reais de quem conseguiu. Porque se alguém conseguiu e saiu do mesmo lugar que eu, o problema pode estar em mim, logo a responsabilidade de mudar é minha.

Em alguns momentos, achamos que, se não conseguimos comprar algo, somos pobres. Isso não é verdade. É simplesmente uma constatação de que naquele momento não é possível ou você não deve comprar. Trazer a pobreza para tudo é exercitar diariamente a mentalidade pobre em sua vida.

Mude esses e outros comportamentos que podem estar te impedindo de ter uma mentalidade rica, essa mudança começa por você.

O UOL Economia é de propriedade do Universo Online S.A., sociedade que controla as empresas do Grupo UOL. O Grupo UOL tem em sua composição empresas que exercem atividades reguladas no setor financeiro. Apesar de o Grupo UOL estar sob controle comum, os executivos responsáveis pelo Banco Seguro S.A. são totalmente independentes e as notícias, matérias e opiniões veiculadas no portal tem como único objetivo fornecer ao público elementos a título educacional e informativo sobre o mercado e produtos financeiros, sendo baseadas em dados de conhecimento público na data de sua divulgação, conforme fontes devidamente indicadas, e condições mercadológicas externas ao Grupo UOL que podem ser alteradas a qualquer momento, mas sem constituir qualquer tipo de relatório de análise, recomendação, oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto.

Especialistas em finanças ajudam você a poupar e a escapar de erros comuns para quem quer construir um patrimônio. Tenha informações que auxiliam você a tomar decisões sobre investimentos e aproveite melhor as oportunidades disponíveis no mercado