Só para assinantesAssine UOL

IRB Brasil (IRBR3) registra lucro líquido de R$ 47,7 milhões no terceiro trimestre, contra prejuízo registrado um ano antes

IRB Brasil (IRBR3) apresentou um lucro líquido de R$ 47,7 milhões no 3º trimestre de 2023 (3T23), revertendo prejuízo líquido de R$ 298,7 milhões apurado no mesmo período do ano passado.

No acumulado do ano, o IRB teve um lucro líquido de R$ 76,4 milhões, ante prejuízo de R$ 591,6 milhões registrados no mesmo período de 2022.

No terceiro trimestre, a empresa obteve resultado de underwriting positivo em R$ 10,8 milhões, ante resultado negativo de R$ 539,3 milhões no 3T22.

Além disso, neste trimestre, houve reversão do resultado de underwriting no Brasil, que chegou a ser negativo em R$ 270,9 milhões no 3T22, e agora é positivo em R$ 64,4 milhões.

No exterior, o resultado de subscrição foi negativo em R$ 53,6 milhões no terceiro trimestre deste ano, frente a um resultado negativo de R$ 268,4 milhões no período de igual etapa em 2022.

prêmio emitido total do IRB caiu 18,4% na base anual, para R$ 1,967 bilhão no terceiro trimestre.

Já o prêmio emitido no Brasil somou cerca de R$ 1,674 bilhão no período, com recuo de 3,7% na comparação com o mesmo período de 2022, "em linha com a estratégia de limpeza da carteira, com descontinuidade de alguns contratos", informou o IRB.

prêmio emitido no exterior foi de R$ 293,3 milhões no 3T23, com baixa de 56,4% na comparação com o 3T22.

Outros resultados de IRB Brasil

No terceiro trimestre, o sinistro retido total foi de R$ 630,8 milhões, queda de 54,5% em relação ao mesmo período de 2022, enquanto o índice de sinistralidade caiu 42,8 pontos percentuais (p.p) na base anual, para 74%.

Continua após a publicidade

índice combinado do IRB Brasil, que inclui sinistralidade, comissionamento e demais despesas, foi de 111,4% no 3T23, queda de 44,7 pontos percentuais na base anual.

No 3T23, o caixa consumido pelas operações totalizou R$ 192 milhões, comparado a um consumo de caixa de R$ 789 milhões no 3T22. "O consumo de caixa nesse trimestre deu-se, principalmente, pelo maior repasse de prêmios e menor recebimento de prêmios quando comparado com o 3T22", destacou o IBR.

Entre os meses de julho e setembro de 2023, as despesas operacionais e administrativas do IRB Brasil totalizaram R$ 75,8 milhões, queda de 13,5% na base anual.

"No acumulado dos nove primeiros meses de 2023, observamos um aumento de 5,5% nas despesas administrativas, principalmente em função do acordo assinado com o Departamento de Justiça americano (DoJ) no primeiro trimestre do ano, de R$ 25,4 milhões e da despesa com o Programa de Demissão Voluntária (PDV) no segundo trimestre de R$ 7,9 milhões".

Já o resultado financeiro e patrimonial do IRB fechou o segundo trimestre positivo em R$ 182,9 milhões, alta de 5,6% em relação ao 3T22, "impactado pela apreciação do real no terceiro trimestre, o que afetou negativamente nossa carteira no exterior", explicou.

Desempenho das ações de IRB Brasil

Este material foi elaborado exclusivamente pelo Suno Notícias (sem nenhuma participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo nenhum tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco. Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora