Só para assinantesAssine UOL

Bolsas asiáticas fecham em queda à espera do payroll nos Estados Unidos; Europa cai com inflação na zona do euro

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em queda nesta sexta-feira (05), com investidores demonstrando cautela antes do relatório de emprego payroll nos Estados Unidos, que será divulgado hoje e deve dar mais sinais sobre da trajetória dos juros americanos.

Esse cenário pode influenciar nas negociações do Ibovespa hoje. O índice fechou a sessão de ontem (04) em queda de 1,21%, aos 131.225,91 pontos.

Os mercados da China continental lideraram as perdas na região hoje, com o Shenzhen Composto recuando 1,34% a 1.773,42 pontos. Já o Xangai Composto, principal índice local, recuou 0,85% a 2.929,18 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng caiu 0,66% em Hong Kong, a 16.535,33 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 0,35% em Seul, a 2.578,08 pontos. Em Taiwan, o Taiex registrou modesta queda de 0,17%, a 17.519,14 pontos.

Exceção, o japonês Nikkei subiu 0,27% em Tóquio, a 33.377,42 pontos, depois de cair no pregão anterior ao voltar de feriados de fim de ano.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou levemente no vermelho hoje, em seu terceiro pregão negativo. O S&P/ASX 200 caiu 0,07% em Sydney, a 7.489,10 pontos.

O predomínio da cautela nas bolsas asiáticas vem antes de os EUA divulgarem dados sobre criação de empregos em dezembro. As projeções giram em torno de 175 mil postos de trabalho gerados no mês passado, ao passo que ontem, a pesquisa da ADP sobre vagas criadas apenas pelo setor privado norte-americano surpreendeu para cima, esfriando apostas para cortes nos juros americanos este ano.

A ADP e outros indicadores fortes dos EUA - que desafiam a perspectiva de relaxamento monetário ao longo de 2024 - pesaram nas bolsas de Nova York, que encerraram os negócios de ontem sem direção única.

Europa segue o tom de cautela

As bolsas europeias seguem o tom de cautela pré payroll e recuam na manhã desta sexta-feira. Por lá, pesa ainda o dado da inflação na zona do euro, que acelerou para 2,9% em dezembro.

Continua após a publicidade

Ainda em relação aos indicadores econômicos, na Alemanha, as vendas no varejo tiveram queda mensal de 2,5% em novembro, recuo acima do projetado pelo consenso de mercado.

Confira o desempenho dos índices europeus por volta das 7h30:

  • Londres (FTSE100): -0,92% a 7.651,87 pontos
  • Frankfurt (DAX): -0,92% a 16.463,93 pontos
  • Paris (CAC 40): -1,19% a 7.361,94
  • Madrid (Ibex 35): -1,05% a 10.075,36
  • Europa (Stoxx 600): -1,11% a 4.424,45 pontos

Este material foi elaborado exclusivamente pelo Suno Notícias (sem nenhuma participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo nenhum tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco. Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora