PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Banco do Brasil tem lucro recorde; é o momento de comprar ações da empresa?

Fachada de agência do Banco do Brasil em São Paulo - Alexandre Moreira/Brazil Photo Press
Fachada de agência do Banco do Brasil em São Paulo Imagem: Alexandre Moreira/Brazil Photo Press
Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/02/2022 15h19

Um dos maiores bancos do país, o Banco do Brasil (BB) registrou lucro líquido recorde de R$ 21 bilhões no ano passado --um aumento anual de 51,4%. No último trimestre de 2021, o resultado foi de R$ 5,9 bilhões (+60,5%, na comparação com o mesmo período de 2020). Diante dos bons resultados, agora é uma boa hora de comprar ações do BB (BBAS3)?

Especialistas ouvidos pelo UOL respondem a essa e demais dúvidas --inclusive se o banco vai manter o mesmo desempenho ao longo de 2022.

Quem tem ações do BB deve vender, comprar ou manter?

Rodrigo Crespi, analista da Guide Investimentos, diz que a recomendação da corretora é para o investidor manter os papéis em Banco do Brasil. "Tanto para quem já tem [ações] como para quem comprar, dado que o banco encontra-se num patamar bastante interessante para entrada", afirma.

A recomendação de compra também é dada pela XP. "Em relação às ações do BB, a gente tem a recomendação de compra. A visão aqui da casa [da XP] é de que, mesmo nesse comecinho de ano, o papel vale a pena de ser comprado", afirmou Renan Manda, analista-chefe do setor financeiro da XP Investimentos.

Segundo ele, o papel em Banco do Brasil tem um valuation [avaliação de uma empresa, que inclui a previsão de retorno dos investimentos em ações] bem interessante e está bem descontado em relação aos outros bancos. "Isso traz um pouco de colchão aqui do lado de valuation", diz Manda.

Crespi acrescenta outra vantagem para quem tem ações do banco: espera-se do BB um pagamento de dividendos para 2022 por volta dos 10% de DY, o que é um patamar interessante quando comparado a outros bancos.

Vale ressaltar que DY é a abreviação de dividend yield, um indicador que mede o rendimento de uma ação somente com o pagamento de dividendos.

E para quem quer começar a investir, o BB é uma boa opção?

Manda, da XP, diz que há um cenário favorável e um valuation que abre essa oportunidade de compra de ações para quem quer começar a investir. "Para quem quer comprar [ações do BB], eu acho que ainda está em tempo", declara.

Segundo ele, o papel em Banco do Brasil até reagiu e aumentou de preço com a divulgação dos resultados do quarto trimestre. Porém, o valor ainda vale a pena. Até a tarde de quarta-feira (16) a ação BBAS3 estava na casa dos R$ 35,31.

"Ele [o papel] ainda está bem descontado em relação aos outros bancos, que têm uma dinâmica um pouco menos favorável e um cenário mais desafiador para este ano", afirma Manda.

O analista diz que a recomendação de investir em ações do Banco do Brasil pode variar de acordo com a estratégia de cada investidor a partir do perfil de risco. Mas, de forma geral, estende a recomendação de compra a todos.

De modo mais genérico, eu vejo que investir em ações do Banco do Brasil é uma boa opção. Aqui na XP é nosso papel preferido entre bancos e empresas financeiras.
Renan Manda, analista-chefe do setor financeiro da XP Investimentos

Vale a pena resgatar o dinheiro investido em BB?

Para Manda, o horizonte da renda variável é mais indicado para quem quer um investimento de longo prazo.

"Não que o investidor não possa fazer um resgate de curto prazo, mas a gente costuma acompanhar os papéis pelos próximos cinco a 10 anos após investir, entendendo como a empresa vai navegar na economia nos próximos anos, como que o setor está nessa dinâmica. Então, no caso, acho que vale a pena investir em BB pensando no longo prazo", disse.

O cenário do Banco do Brasil hoje e no futuro

Em relatório divulgado pelo próprio Banco do Brasil na segunda-feira (14), a projeção é de R$ 23 a R$ 26 bilhões em lucro líquido para 2022. Isso representaria um crescimento de 9,5% a 23% em comparação ao ano anterior.

Crespi, da Guide Investimentos, acredita neste cenário e, portanto, declara que investir em BB tende a continuar sendo uma boa opção. "Então, a gente segue otimista", afirma.

Outro motivo para o otimismo é o forte desempenho do BB no agronegócio, com previsão de crescimento neste ano entre 10% e 14%. De acordo com o relatório do banco, o agronegócio segue como grande vetor do resultado: "A carteira ampliada superou o recorde anterior e atingiu em dezembro de 2021 a cifra de R$ 248 bilhões", diz o informativo.

Manda destaca também a qualidade da carteira de crédito oferecida como um ponto forte do BB para 2022. A carteira de crédito atingiu R$ 874,9 bilhões em dezembro de 2021, com evolução de 7,4% em relação a setembro do mesmo ano e 17,8% na comparação anual.

"Acredito que BB terá um bom desempenho ao longo de 2022. Quando a gente olha para a qualidade da carteira de crédito, o banco tem a menor taxa de inadimplência frente aos demais do setor e tem o maior índice de cobertura de provisões. Por isso, falamos que o BB tem ido na contramão de outros bancos, porque ele teve, em termos de qualidade, uma melhora --enquanto os demais tiveram índices de inadimplência que se mantiveram ou subiram", declara Manda.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.