PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Ação da Petrobras cai após informação de futura saída de presidente e China

imaginima/Getty Images
Imagem: imaginima/Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, de São Paulo

28/03/2022 13h29Atualizada em 28/03/2022 18h48

As ações da Petrobras fecharam em baixa nesta segunda-feira (28). As ações ordinárias (PETR3) caíram 2,97%, a R$ 33,96, enquanto as preferencias (PETR4) recuaram 2,41%, a R$ 31,52. Reportagem do UOL apurou que o presidente Jair Bolsonaro já informou ao atual presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, que ele será demitido.

O noticiário também trouxe a perspectiva de novos lockdowns contra a covid-19 na China, o que diminui a perspectiva de consumo do combustível. Diante disso, é hora de se afastar ou comprar ações do setor? Confira abaixo a análise de especialistas.

"A China instaurou uma nova quarentena em seu principal centro financeiro, Xangai, devido a uma alta nos casos de infecções [por coronavírus]. Esse movimento pode significar uma queda na demanda por combustível, fazendo com que o preço do petróleo caia mais de 5% hoje", segundo o boletim diário do departamento de Research do Pagbank.

É bom se afastar dessas ações [da Petrobras] se você fica nervoso com o vai e vem dos preços.
Pedro Galdi, analista da Mirae Asset Wealth

O preço do petróleo entra numa zona de oscilação mais forte esta semana. De acordo com Pedro Galdi, da Mirae Asset Wealth, "haverá reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), além das restrições contra a covid em novas regiões na China. Existem também riscos de atentados em dutos no Oriente Médio".

"Para quem gosta de investir no sobe e desce, pode ser uma boa no final. O preço da ação continua muito atrativo e convidativo para quem olha no médio e longo prazo", afirma o especialista.

Para Márcio Lorega, analista do Pagbank, é uma boa oportunidade de aproveitar os dividendos que a empresa deve pagar no final de abril. Quem investir até o dia 14 de abril, terá direito a R$ 2,86 de bônus por ação. "É um belíssimo dividendo", diz Lorega.

Além disso, ele declara que a queda do petróleo internacionalmente pode ser boa para que a Petrobras mantenha o preço do combustível no mercado nacional. "Os aumentos sucessivos acabam afastando o consumidor".

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.