PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Banco Inter quer migrar para a Bolsa norte-americana, e ações sobem

Entenda se a migração é positiva e se vale investir em ações do Banco Inter, segundo analistas - Reprodução/Instagram/@bancointer
Entenda se a migração é positiva e se vale investir em ações do Banco Inter, segundo analistas Imagem: Reprodução/Instagram/@bancointer
Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/04/2022 12h34

Depois de divulgar os detalhes de sua reorganização de sociedade, as ações do Banco Inter são as que mais sobem na manhã desta segunda-feira (18). Por volta das 12h (horário de Brasília) a ação ordinária BIDI11 apresentava alta de 6,59%, cotada a R$ 17,62, e a ação preferencial BIDI4 subia 5,5%, a R$ 5,95.

O banco quer migrar sua base acionária para a Inter&Co, que é negociada na Nasdaq, um dos principais índices da Bolsa de Valores dos EUA. No Brasil, haveria apenas negociação de certificados de depósito de valores mobiliários (BDRs).

Vale a pena comprar ações do Banco Inter mesmo com essa possível migração? Confira abaixo a opinião de especialistas ouvidos pelo UOL.

Rafael Ragazi, sócio e analista de ações da Nord Research, afirma que os acionistas que tinham ativos do Banco Inter até o dia 15 de abril (sexta-feira passada) terão a opção de escolher o resgate das ações em dinheiro.

Mas se muitos investidores optarem por isso e o total dessa transação passar de R$ 1,1 bilhão, o banco fará um rateio entre os investidores e poderá pagá-los com BDRs.

Ir para a Nasdaq é bom?

"É positiva [a migração do Banco Inter à Nasdaq], pois vai reforçar a posição de companhia global de tecnologia do setor financeiro do Inter", diz Ragazi.

Ir para Nova York, segundo ele, vai abrir a possibilidade de a empresa levantar mais capital sem que os controladores tenham de abrir mão do controle do banco.

É hora de comprar ações do Banco Inter?

A recomendação de Ragazi é de compra. Do fim de 2020 até o meio do ano passado, os papéis do banco chegaram a valorizar mais de 300%. Contudo, no fim de julho, as ações do Inter começaram a cair e amargaram desvalorização de 75%.

"Mas essa forte queda não está acompanhada de uma piora nos fundamentos (negócios) da empresa, na verdade os fundamentos continuaram melhorando", declara o analista da Nord.

A Mirae Asset também recomenda a compra das ações do banco, com preço-alvo de R$ 44,01. O Bank of America também indica a aquisição aos investidores, estimando uma valorização dos papéis, que podem chegar a R$ 36.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.