Topo

Depois de compra, ações da Fleury e Hermes Pardini disparam; devo investir?

só para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/06/2022 12h07

A empresa de diagnósticos médicos Fleury (FLRY3) comprou o Instituto Hermes Pardini (PARD3), disseram as empresas nesta quinta-feira (30). Com isso, as ações da Fleury eram a maior alta do dia por volta das 11h30, disparando 14,06%, para R$ 16,09. Os ativos da Hermes Pardini sobem mais ainda: 20,30% para R$ 20,21.

Juntos, Fleury e Hermes Pardini terão 487 unidades de atendimento e 24 áreas técnicas em 12 Estados mais o Distrito Federal. Pelo acordo, o Fleury vai pagar cerca de R$ 2,5 bilhões, considerando as cotações de fechamento de quarta-feira (29).

As companhias estimam que o negócio gere um aumento de algo entre R$ 160 milhões e R$ 190 milhões nos lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) anualmente.

E vale a pena comprar as ações?

"Toda vez que tem uma notícia dessas, de aquisição, as ações dispara, mas é bem ousado comprar agora", diz Marcio Loréga, analista do PagBank.

Para as ações de Hermes Pardini, que o PagBank tem preço alvo de R$ 23,41, o potencial agora de valorização é muito baixo. Para Fleury, o PagBank estimou R$ 20,63. "Ainda tem um espaço para crescer, mas esses processos de aquisição são longos, o Cade por impor restrições e a qualquer empecilho que surgir no caminho, até a aprovação, as ações podem oscilar muito", diz o especialista.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e outros órgãos regulatórios devem avaliar a transação. Não existe previsão sobre quanto pode durar esse processo.

Para Loréga, se aprovada, a fusão vai gerar uma empresa gigante nesse setor de análises clínicas e diagnósticos.

Mesmo assim, a XP classifica a ação da Fleury como neutra: melhor não comprar, nem vender. "Desde o início do ano, as ações do Fleury tiveram uma performance abaixo do Ibovespa e das demais empresas do ramo de medicina diagnóstica listadas, Alliar e Pardini", diz a corretora, em relatório para acionistas. Segundo a XP, isso acontece por que o preço da ação está "muito acima dos seus pares" e por isso passa por um movimento de correção.

No ano, as ações da Fleury estão em baixa acumulada de 5,08%. Em 12 meses, a queda é de 38,04%. As da Hemes Pardini, por outro lado, subiram R$ 6,76% até agora, em 2022. Nos últimos 12 meses, caíram 3,76%.

O BTG também tem recomendação neutra para Fleury.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Depois de compra, ações da Fleury e Hermes Pardini disparam; devo investir? - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL


UOL Economia+