PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Rússia promete 'severas medidas' contra sanções da UE: 'Reciprocidade'

Em comunicado, Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse que seguirá o "princípio de reciprocidade" contra a UE - Alexey Nikolsky/Kremlin/Sputnik via Reuters
Em comunicado, Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse que seguirá o 'princípio de reciprocidade' contra a UE Imagem: Alexey Nikolsky/Kremlin/Sputnik via Reuters

Em Moscou (Rússia)

24/02/2022 13h27Atualizada em 24/02/2022 15h06

A Rússia prometeu hoje responder de forma "severa" as sanções anunciadas pela UE (União Europeia) afirmando que essas medidas "não vão impedir" Moscou de ajudar os separatistas pró-russos da Ucrânia.

"Conforme o princípio da reciprocidade, que é a base do direito internacional, vamos tomar severas medidas de retaliação", declarou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia em comunicado.

"Essas medidas pouco amistosas da UE contra a Rússia não vão impedir o desenvolvimento progressivo" dos laços entre Moscou e os separatistas ucranianos e "a entrega de ajuda" a esses grupos pró-russos.

Os países ocidentais preparam para hoje uma bateria de amplas sanções econômicas contra a Rússia, no intuito de bloquear o acesso dos russos aos mercados da Europa e dos Estados Unidos.

A UE já instaurou uma "restrição" às capacidades de financiamento do Estado russo, do governo e do Banco Central.

Depois que o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou o reconhecimento dos separatistas, Berlim suspendeu a certificação do estratégico gasoduto Nord Stream 2, uma infraestrutura já concluída para levar energia da Rússia para a Alemanha.