IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Agronegócio


China avalia plano para aumentar compras de soja dos EUA

Bloomberg News

22/07/2019 06h26

(Bloomberg) -- O governo chinês está discutindo com importadores de soja estatais e privados um plano para aumentar as compras da oleaginosa vinda dos Estados Unidos, segundo pessoas a par do assunto.

O governo se reuniu com as empresas na sexta-feira em Pequim para avaliar o aumento das compras de soja, o que pode incluir a suspensão das tarifas de retaliação sobre as importações dos EUA, disseram as pessoas, que pediram anonimato. O governo quer ouvir a opinião das empresas, e o plano está sujeito a mudanças, dependendo do progresso das negociações comerciais, disseram as pessoas. Detalhes como volumes de compra ainda não foram finalizados, disseram as fontes.

A isenção pode ser válida para pedidos feitos dentro de um período de 30 dias, disseram as pessoas. As estimativas iniciais sugerem que os volumes poderiam ficar entre 3,8 e 6 milhões de toneladas para embarques em setembro, segundo uma das pessoas.

O novo plano segue as queixas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que a China não teria aumentado as compras de produtos agrícolas americanos, uma promessa que, segundo Trump, teria sido feita em uma reunião com o presidente da China, Xi Jinping, na reunião do G-20 no mês passado. Na semana passada, Trump reiterou que poderia impor outras tarifas sobre as importações chinesas.

A China fez compras de produtos agrícolas americanos no início do ano por meio das estatais Cofco e Sinograin durante uma trégua na guerra comercial, mas importadores do setor privado foram impedidos de comprar por causa das tarifas de importação. O Ministério de Comércio da China não respondeu a um e-mail com um pedido de comentários.

Agronegócio