IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Cotações


Peso argentino desaba após derrota de Macri nas eleições primárias

10.ago.2019 - Cristina Kirchner e Mauricio Macri - AFP
10.ago.2019 - Cristina Kirchner e Mauricio Macri Imagem: AFP

Em Buenos Aires

12/08/2019 11h38

O valor do peso argentino em relação ao dólar despencou na abertura dos mercados hoje, um dia após a derrota do presidente Maurício Macri nas eleições primárias, vencidas por Alberto Fernández.

Segundo dados do estatal Banco de la Nación, o dólar começou o dia cotado a 61 pesos, uma alta de 32% a respeito do fechamento de sexta-feira (46,20 pesos), causando uma desvalorização de 24% na moeda local.

Após reconhecer a derrota nas primárias, o que complica as chances de reeleição nas gerais de 27 de outubro, Macri - que ficou 15 pontos percentuais abaixo do principal adversário, Alberto Fernández - alertou para o efeito que uma derrota eleitoral teria no âmbito financeiro, ao considerar que os investidores apostavam em sua vitória.

Na sexta-feira passada, o índice Merval, das principais ações cotadas na Bolsa de Comércio de Buenos Aires, fechou em forte alta de 7,94%.

Em meio à incerteza, a presidência adiantou formalmente, através de mensagem enviada à imprensa, que o gabinete nacional, liderado por Macri, se reunirá às 15h30 (horário de Brasília) na Casa Rosada, sede do governo em Buenos Aires.

O Poder Executivo, que normalmente se reúne pela manhã, espera o fechamento de mercados para fazer um balanço. Vários funcionários da equipe econômica, entre eles o presidente do Banco Central, Guido Sandleris, chegaram à Casa Rosada ao longo da manhã.

De acordo com os resultados da primeira apuração oficial das eleições primárias (98,67% das urnas apuradas), a coalizão Frente de Todos, liderada pelo peronista Alberto Fernández, obteve 47,65% dos votos, contra 32,08% da aliança Juntos pela Mudança, de Macri.

"(Os mercados) perceberam que foram enganados. O presidente deveria estar passando tranquilidade, e os mercados estão preocupados porque admitem que o governo se meteu em um lugar onde agora não pode dar resposta", declarou Fernández à "Radio 10" na manhã desta segunda-feira.

Cotações