IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

China libera importação de estoques de carne bovina do Brasil antes de mal da vaca louca

O aval vale para a carne produzida antes de 21 de fevereiro e embarcada após 23 de março, quando o país asiático retirou o embargo sobre a proteína brasileira. - Arquivo - luoman/Getty Images
O aval vale para a carne produzida antes de 21 de fevereiro e embarcada após 23 de março, quando o país asiático retirou o embargo sobre a proteína brasileira. Imagem: Arquivo - luoman/Getty Images

Isadora Duarte e Sandy Oliveira

Em Brasília e São Paulo

27/04/2023 12h16

A China liberou as importações estoques de carne bovina brasileira produzidos antes de 21 de fevereiro, quando o Brasil confirmou um caso de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), doença popularmente conhecida como mal da vaca louca, cujos resultados indicaram ser um caso atípico. No dia 23 de fevereiro, o Brasil suspendeu os embarques da proteína à China, como prevê o protocolo entre os dois países.

A autorização foi feita pelo Departamento de Alfândegas da China (Gacc) e comunicada pelo Ministério da Agricultura.

O aval vale para a carne produzida antes desta data e embarcada após 23 de março, quando o país asiático retirou o embargo sobre a proteína brasileira.

Ainda não podem ser exportados os produtos produzidos nos dias 21, 22 e 23 de fevereiro.

A China também não autorizou o recebimento das cargas embarcadas após o dia 23 de fevereiro.