Topo

Governo diz que apresentará dados da reforma da Previdência ainda hoje

Guilherme Mazieiro

Do UOL, em Brasília

2019-04-24T19:02:26

24/04/2019 19h02

O secretário da Previdência, Rogério Marinho, disse que o governo cumprirá o prazo para entregar os dados da reforma da Previdência ao Congresso até as 20h. O secretário e outros membros do ministério da Economia reunirão, amanhã, líderes da Câmara favoráveis à reforma para detalhar os dados da proposta.

"A gente vai conversar primeiro com parlamentares que tenham afinidade com a pauta e interesse de serem propositivos. E depois convida-los [jornalistas] para explicar pacientemente os dados", disse Marinho ao deixar a Câmara.

O secretário passou pela Câmara no início da noite de hoje (24) e se encontrou com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Marinho evitou comentar nomes que podem presidir a comissão especial que vai debater a reforma da Previdência. "Quem sou eu para aconselhar o presidente [Rodrigo Maia]", disse.

Ministério da Economia decretou sigilo

Os cidadãos não tiveram acesso a detalhes de dados e informações utilizadas pelo governo para embasar seu projeto para a reforma da Previdência porque o Ministério da Economia decretou sigilo sobre eles.

O governo alegou que os documentos são preparatórios, e que divulgá-los poderia afetar os mercados e a tramitação do texto no Congresso.

O sigilo foi revelado por reportagem da Folha de S.Paulo após o governo ter negado o pedido do jornal, via Lei de Acesso à Informação, para consultar os documentos. Levantamento do UOL mostrou que o acesso às informações já havia sido negado ao menos nove vezes desde que o projeto foi apresentado em fevereiro.

Entenda a proposta de reforma da Previdência em 10 pontos

UOL Notícias

Mais Economia