IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Lula e Dilma ficam fora de relatório final da CPI do BNDES

Lula e Dilma ficam de fora de relatório final da BNDES - Reproduç~\o
Lula e Dilma ficam de fora de relatório final da BNDES Imagem: Reproduç~\o

Guilherme Mazieiro

Do UOL, em Brasília

22/10/2019 17h48Atualizada em 22/10/2019 19h18

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investiga supostas irregularidades em contratos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) aprovou hoje o relatório final.

Após um acordo entre deputados de centro e oposição, o relator Altineu Cortes (PL-RJ) retirou indiciamentos sobre os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT. E outras 9 pessoas. Inicialmente, eram 60 indiciados.

Foram 19 votos favoráveis contra 10. O texto pede o indiciamento dos empresários Wesley e Joesley Batista, da JBS, Emílio e Marcelo Odebrecht, da construtora de mesmo nome.

A CPI, ao longo de 200 dias, levantou informações junto ao banco, testemunhas e Tribunal de Contas da União, e apontou que houve irregularidades em empréstimos do banco feitos durante as gestões petistas, entre 2003 e 2015.

Esta é a terceira CPI no Congresso para investigar supostas irregularidades nas operações do banco público.

O presidente da comissão, Vanderlei Macris (PSDB-SP) criticou a retirada dos nomes de Lula e Dilma. Segundo ele, havia indícios claros da participação de ambos em irregularidades.

***

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.

Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Economia