PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Agronegócio

Suspeita de vaca louca paralisa negócios e derruba preço do boi na Bolsa

Viviane Taguchi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/09/2021 18h38

A suspeita de um caso de vaca louca em um frigorífico de Belo Horizonte (MG) paralisou o comércio internacional de boi gordo na Bolsa de Valores de São Paulo nesta quarta-feira (1º) e fez o preço da arroba (15kg) cair 4% no mercado internacional, chegando a R$ 297,65.

Nos últimos nove meses, a cotação mais baixa registrada para a arroba do boi gordo foi de 5,13%, quando o preço chegou a R$ 303,55, em dezembro de 2020.

As negociações de boi gordo na Bolsa de Valores perderam força por volta de meio-dia, quando rumores de que havia um caso suspeito da doença no frigorífico Plena Alimentos começaram a circular no setor.

Consultores financeiros afirmaram que o preço do boi gordo pode cair mais nos próximos dias até que os resultados de exames sejam apresentados pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O frigorífico Plena Alimentos tem habilitação para exportar e, se a contraprova der positivo, o setor todo pode sofrer sanções sanitárias, com suspensões de importações de carne bovina.

Frigorífico nega e ministério não fala

Em contato do UOL por telefone, o frigorífico negou a ocorrência a doença.

Técnicos do Mapa estão investigando o caso, mas nenhum posicionamento oficial foi divulgado. Segundo o UOL apurou no ministério, o animal teria apresentado sintomas de vaca louca em junho. O primeiro teste realizado deu positivo, mas o segundo, negativo.

Os resultados de um terceiro exame são aguardados e só então o ministério deve se manifestar. A vaca que apresentou sintomas suspeitos já foi sacrificada.

Encefalopatia Espongiforme Bovina

O último registro de ocorrência confirmado para a doença da vaca louca (encefalopatia espongiforme bovina) no Brasil foi em 2019, em um frigorífico em Mato Grosso.

Na época, as exportações de carne bovina foram suspensas por mais de 15 dias, mas liberadas a partir da confirmação de que se tratava de um caso atípico da doença.

Agora especula-se que também se trate de um caso atípico, que é quando a doença se desenvolve espontaneamente, sem risco de contaminação aos demais animais do rebanho.

O mal da vaca louca é uma doença degenerativa, provocada por um tipo de proteína, que atinge o sistema nervoso do gado.

O animal infectado apresenta sintomas de agressividade e falta de coordenação. A doença mata o animal e pode contaminar seres humanos (pelo consumo de carnes e subprodutos). Nesse caso, é denominada doença de Creutzfeldt-Jakob e tem risco de morte.

PUBLICIDADE

Agronegócio