PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Com alta de gás e combustível, ainda vale instalar kit e abastecer com GNV?

Instalação de kit de GNV custa de R$ 4.000 a R$ 4.500 em média; vale a pena? - Murilo Góes/UOL
Instalação de kit de GNV custa de R$ 4.000 a R$ 4.500 em média; vale a pena? Imagem: Murilo Góes/UOL

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio

16/05/2022 04h00

Após a Petrobras repassar um aumento de 19% no preço do gás natural para as distribuidoras, o metro cúbico do gás natural veicular (GNV) chegou a bater R$ 5,59 nos postos de combustíveis do Rio e R$ 5,29 em São Paulo, de acordo com pesquisa de preços semanal da ANP (Agência Nacional do Petróleo).

A alta entre os valores máximos registrados no Rio foi de R$ 0,60, levando em consideração os postos pesquisados. Se observada a média dos valores cobrados, a diferença sobe para quase R$ 0,73. Em São Paulo, os preços aparecem estáveis nas duas situações analisadas na semana entre os dias 1 e 7 de maio, dados mais recentes.

Com a alta, vale a pena abastecer o carro com GNV?

Apesar dos preços altos, especialistas garantem que o Gás Natural Veicular ainda é o combustível que gera mais economia para o consumidor, mesmo levando em consideração o preço da instalação do gás —que fica em torno de R$ 4.000 e R$ 4.500. Isso ocorre porque os demais combustíveis, como etanol e gasolina, também sofreram reajustes, o que manteve a diferença de preços entre eles.

Na inflação de abril, por exemplo, divulgada na quarta-feira (11), a gasolina teve um aumento de 2,48% no mês.

Aumento em 12 meses:

  • GNV: 45,18%
  • Etanol: 42,11%
  • Gasolina: 31,22%

Ainda assim, o GNV oferece uma economia de 40% a 45% quando comparado com a gasolina, que bateu a máxima de R$ 8,59 em São Paulo e R$ 8,45 no Rio, em postos consultados pela ANP até o último dia 7, afirma o professor de Economia do Ibmec-Rio Caio Ferrari.

"O principal fator para essa decisão é saber quanto se espera rodar, em média", afirma Ferrari.

"[Se for] Usar para trabalhar, como motorista de aplicativo e táxi, por exemplo, o custo do investimento no kit gás acaba se pagando em poucos meses. Para quem roda muito, o investimento é compensado em menos de um semestre", disse.

Confira os cálculos feitos pelo professor:

Considerando o preço médio da gasolina no RJ, ou seja, a R$ 5,278, o investimento na instalação de um kit gás de R$ 4.500, desconsiderando o abatimento do IPVA , seria pago em:

  • Motorista 1 - circula 500 km por mês: até 24 meses e 21 dias para compensar o investimento
  • Motorista 2 - circula 1.000 km por mês: 12 meses e nove dias para compensar o investimento
  • Motorista 3 - circula 3.000 km por mês: 4 meses e três dias para compensar o investimento
  • Motorista 4 - circula 5.000 km por mês: 2 meses e 15 dias para compensar o investimento

Quanto aumentou o prazo de compensação

Ou seja, com o aumento do GNV de R$ 4,49 para R$ 5,278, os consumidores e motoristas demorariam a mais para compensar o investimento:

  • Motorista 1: 3 meses e 15 dias
  • Motorista 2: 1 mês e 24 dias
  • Motorista 3: 18 dias
  • Motorista 4: 12 dias

Já para quem roda pouco, o professor destaca que é importante analisar se a região em que o motorista circula dispõe de postos com GNV.

"Essa pessoa pode ter outros contratempos, como as filas para abastecer com gás ou a ausência de postos com gás na região onde normalmente circula. Ou seja, quem tem um carro só para passeio e curtas distâncias pode concluir que a economia não vale a pena", diz.

Celso Mattos, presidente do Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios (Sindirepa) e vice-presidente da Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) também afirma que há vantagens no GNV.

Ele diz que, com um metro cúbico do Gás Natural Veicular, é possível circular por 14 km na cidade. Já um carro econômico roda com um litro de gasolina entre 10 e 12 km.

Desconto no IPVA e combustível menos poluente

Outra vantagem do GNV sobre combustível fóssil é que alguns estados dão descontos no IPVA (Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores) para incentivar a conversão. Além disso, há a contribuição para o meio ambiente, já que o gás emite menos poluentes.

"O GNV emite de 40% a 60% menos poluentes. Além disso, há os descontos que os estados oferecem no IPVA para veículos que utilizam o gás natural veicular", afirma Mattos.

No Rio de Janeiro, o IPVA tem alíquota de 4%. Com a instalação do gás natural, cai para 1,5%.

Já em SP, veículos movidos somente a gás e energia elétrica pagam 3% de imposto.

Contrate apenas serviço regularizado

Mas tenha cuidado. Mattos alerta que a instalação de kit gás deve ser feita em lojas homologadas pelo Inmetro.

"Todos os acidentes dos quais ouvimos falar tiveram origem em produtos de segunda linha, que não eram novos, ou até eram oriundos de furtos", diz.

A revisão para os veículos movidos a GNV deve ocorrer a cada 10 mil quilômetros e custa entre R$ 150 e R$ 200.