IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Inflação acelera para 0,62% em dezembro; índice fecha 2022 em alta de 5,79%

O mercado previa que 2022 fecharia com inflação de 5,62% - ROBERTO GARDINALLI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
O mercado previa que 2022 fecharia com inflação de 5,62% Imagem: ROBERTO GARDINALLI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

10/01/2023 09h05Atualizada em 10/01/2023 16h11

A inflação fechou o ano de 2022 em 5,79%, segundo o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) e e superou o teto da meta pelo segundo ano seguido.

No mês de dezembro, a inflação acelerou para 0,62% após alta de 0,41% em outubro. A divulgação foi feita hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O boletim Focus, divulgado ontem pelo BC (Banco Central), previa que 2022 fecharia com inflação de 5,62%.

O resultado do IPCA em 2022 ficou bem abaixo da taxa de 10,06% vista em 2021, mas superou o teto do objetivo do governo, que é de 3,5% com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Foi também a quarta vez consecutiva que o índice fica acima da meta definida pelo Conselho Monetário Nacional.

Veja a inflação de 2022 para cada grupo pesquisado:

  • Alimentação e bebidas: 11,64%
  • Habitação: 0,07%
  • Artigos de residência: 7,89%
  • Vestuário: 18,02%
  • Transportes: -1,29%
  • Saúde e cuidados pessoais: 11,43%
  • Despesas pessoais: 7,77%
  • Educação: 7,48%
  • Comunicação: -1,02%

O que puxou e o que freou a alta de preços

A maior pressão veio dos alimentos e bebidas. O grupo causou impacto de 2,41 pontos percentuais na inflação acumulada do ano, com o subgrupo de alimentação no domicílio puxando o índice para cima.

Os destaques foram a cebola, que teve a maior alta entre os 377 subitens que compõem o IPCA, e a batata-inglesa.

  • a cebola acelerou 130,14%;
  • batata-inglesa acelerou 51,92%;
  • o leite longa vida acelerou 26,18%;
  • as frutas aceleraram 24,00%;
  • o pão francês acelerou 18,03%.

No caso da cebola, a alta está relacionada à redução da área plantada, ao aumento do custo de produção e a questões climáticas. Já os preços do leite subiram de forma mais intensa entre março e julho de 2022, quando a alta acumulada no ano chegou a 77,84%." André Almeida, analista de preços do IBGE

Grupo de saúde ficou em segundo lugar, que afetou o índice em 1,42 ponto percentual.

Os transportes tiveram o impacto negativo mais intenso, de -0,28 ponto percentual, entre os nove grupos pesquisados.

Como se calcula o IPCA?

  • O índice é calculado pelo IBGE desde 1980 e se refere às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos, residentes em áreas urbanas.
  • Entre as categorias consideradas para mapear o aumento, diminuição ou estabilidade geral nos preços, estão os custos com alimentação e bebidas, habitação, saúde, transportes, educação, entre outros.

Índice que reajusta benefícios e INSS fecha 2022 em 5,93%

O IBGE também divulgou hoje o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

Ele teve alta de 0,69% em dezembro, 0,31 p.p. acima do resultado observado em novembro (0,38%).