IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Quaest: Pesquisa mostra que mercado começa a mostrar simpatia por Haddad

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/05/2023 10h13

Em entrevista ao UOL News, o diretor da Quaest Felipe Nunes disse que os resultados de uma pesquisa feita pelo instituto mostram que o mercado financeiro começa a demonstrar simpatia por Fernando Haddad.

A pesquisa mostra dois retratos bem claros: o mercado continua torcendo o nariz para o governo como um todo e tem rejeição a Lula, mas começa a ter simpatia por Fernando Haddad, com um aumento expressivo da avaliação positiva dele. Isso reflete dois fatores importantes: a própria apresentação do arcabouço fiscal e o mercado acha que Haddad está certo em tentar revisar as medidas em torno de fundos de arrecadação que não estão pagando a conta corretamente. Felipe Nunes, diretor da Quaest

Para Nunes, o mercado financeiro não considera Haddad como o ministro ideal, mas as decisões tomadas têm agradado ao setor, o que faz a desconfiança em torno do trabalho dele diminuir.

O mercado olha para Haddad e acha que, embora não seja o ministro perfeito para eles, está ganhando cada vez mais relevância nesse setor. As medidas na Fazenda estão contribuindo para isso. Felipe Nunes, diretor da Quaest

Josias: Aliados avisam Lula sobre grande chance de nova derrota no Senado

Josias de Souza apurou que o governo Lula tem "chances altas" de sofrer nova derrota relacionada ao marco do saneamento, desta vez no Senado. O colunista considera um "erro" a insistência de Lula, já que há um risco elevado de o presidente também sofrer uma derrota no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta questão.

Lula foi informado de que é muito grande a chance de ele sofrer uma segunda derrota no Senado, que tem propensão em avalizar a decisão que foi tomada pela Câmara. Mas o Lula insiste e o risco de ser derrotado é grande. Ontem, os ministros que foram ao Senado tomaram um chá de cadeira do Rodrigo Pacheco. Josias de Souza, colunista do UOL

Chico: Sucesso de Dino com redes e Lula vai aumentar ciúmes dentro do PT

Chico Alves avaliou que o sucesso de Flávio Dino nas redes sociais e o prestígio com Lula trazem duas consequências imediatas ao ministro da Justiça: o desgaste de bolsonaristas e ciúmes dentro do PT.

É bom ficarmos de olho, porque o ciúme dentro do PT deve começar a crescer. Ontem, foram muitas as manifestações nas redes sociais pedindo Dino como candidato em 2026 por causa dessa performance no Senado e de outras. Se há esse clamor nas redes sociais e o Lula está encantado, imagina a turma do PT que está na fila para se candidatar à Presidência em 2026. Deve haver um ciúme começando a brotar. Chico Alves, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em três edições: às 8h, às 12h e às 18h. O programa é sempre ao vivo.

Quando: de segunda a sexta, às 8h, às 12h e 18h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja a íntegra do programa: