IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Se Galípolo for aceito no BC, deverá largar cargo no BB, diz Fazenda

Gabriel Galípolo, secretário-executivo do Ministério da Fazenda - Ministério da Fazenda/Albino Oliveira
Gabriel Galípolo, secretário-executivo do Ministério da Fazenda Imagem: Ministério da Fazenda/Albino Oliveira

Do UOL, em São Paulo

12/05/2023 16h58Atualizada em 12/05/2023 19h34

O economista Gabriel Galípolo foi eleito hoje presidente do Conselho de Administração no Banco do Brasil, enquanto aguarda aprovação em sabatina no Senado para assumir um cargo de diretoria no Banco Central.

O que aconteceu:

O UOL apurou que é improvável que Galípolo possa manter os cargos nos dois bancos, pois poderá ser alegado conflito de interesse.

Em nota, o Ministério da Fazenda disse que, caso o Senado aprove Galípolo para o BC, "o procedimento será pela descompatibilização de Galípolo do cargo no Conselho do Banco Brasil".

O nome de Galípolo já consta no site do BB como presidente do conselho (veja abaixo).

Na semana passada, o "número 2" do Ministério da Fazenda foi indicado para a diretoria de Políticas Monetárias do BC.

A primeira conversa dele com a imprensa após a recomendação foi bem vista pelo mercado. Nela, o economista argumentou que "todo mundo que baixar os juros", em meio ao cabo de guerra entre governo e BC: "Tenho convicção que toda diretoria do Banco Central não tem nenhum tipo de satisfação, nem profissional, nem pessoal, de ter juros mais altos".

Ao mesmo tempo, Galípolo reconheceu que o Ministério da Fazenda "tenta criar um ambiente para que o mercado possa colocar os preços da maneira adequada e o BC possa sancionar essa redução".

Gabriel Galípolo já consta como presidente do Conselho de Administração no site do BB - Reprodução/Banco do Brasil - Reprodução/Banco do Brasil
Gabriel Galípolo já consta como presidente do Conselho de Administração no site do BB
Imagem: Reprodução/Banco do Brasil