IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Combustível pode chegar nos R$ 5, diz professora sobre preços da Petrobras

Do UOL, em São Paulo

22/05/2023 10h56Atualizada em 22/05/2023 14h37

A professora da UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) Juliane Furno afirmou hoje, em participação no UOL Debate, que os combustíveis podem chegar à casa dos R$ 5 com a nova política de preços da Petrobras.

O que ela disse?

Acabar com paridade de importação deve beneficiar consumidor final. "Os custos menores devem estimular a queda de preço na refinaria e estimular redução na distribuição e comercialização, portanto, na bomba do posto de combustível."

Combustível pode chegar aos R$ 5. Não sei estimar de quanto vai ser essa queda, porque depende, os preços internacionais seguem como referência, o Brasil não é fechado para o resto do mundo. É possível que o combustível chegue, pelo menos, na casa dos R$ 5". Na última semana, o preço médio nacional da gasolina ficou em R$ 5,46, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

"Petrobras não tem nenhum risco de quebrar"

Professora afirmou que empresa não vai falir por nova política. "Nenhum risco [de quebrar]. A política tem um preço mínimo, de custos mais taxa média de lucro vinculada a parâmetros internacionais".

"PPI não é preço de mercado". "É bom desconstruir o argumento que PPI é preço de mercado e antigas precificações eram preços de intervenção. Toda política de preços é uma decisão política, não existe preço de mercado, até porque outros países, incluindo os Estados Unidos, não usam o preço internacional como camisa de força como usava o Brasil".

"Petrobras nunca subsidiou combustível". "A Petrobras não vai quebrar, assim como não quebrou, e não vai subsidiar [combustíveis], como nunca subsidiou. O Tesouro Nacional nunca subsidiou. [Nova política permite que a] Petrobras possa vender combustível abaixo do preço internacional, desde que a diferença possa ser amortecida entre o custo de produção e o preço de venda".

Assista à íntegra do programa: