Economia da China no cresce 1,8% no 2º trimestre; em 12 meses, salta 6,7%

PEQUIM (Reuters) - A economia da China cresceu 6,7% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, mantendo o ritmo do primeiro trimestre e ligeiramente melhor do que o esperado conforme o governo acelerou os esforços para estabilizar a expansão na segunda maior economia do mundo.

Analistas consultados pela agência de notícias Reuters esperavam que o PIB (Produto Interno Bruto) desacelerasse para 6,6% no segundo trimestre, o que teria sido o ritmo mais fraco desde a crise financeira global.

Na comparação trimestral, o PIB cresceu 1,8%, informou nesta sexta-feira a agência de estatísticas, também melhor do que a expectativa.

Pior resultado em 20 anos

Pressionada pela demanda fraca doméstica e externa, excesso de capacidade industrial e investimento privado fraco, a economia da China cresceu 6,9% em 2015, taxa mais fraca em mais de duas décadas.

A agência de estatísticas da China afirmou que a economia ainda enfrenta pressões para baixo, mas que o crescimento econômico no primeiro semestre estabelece uma boa base para o cumprimento da meta do governo em 2016.

(Reportagem de Kevin Yao e Winni Zhou)

Reino Unido decide sair da União Europeia: E agora?

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos