PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

Todos a Bordo


C-390, B-52, F-35: o que significam as letras no nome de aviões militares?

KC-390, da Embraer, foi rebatizado para C-390 Millennium - Divulgação/Embraer
KC-390, da Embraer, foi rebatizado para C-390 Millennium Imagem: Divulgação/Embraer

Vinícius Casagrande

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • As letras do nome dos aviões militares determinam a função principal da aeronave
  • Existe um padrão internacional usado por todos os fabricantes
  • Recentemente, a Embraer rebatizou o KC-390 para C-390 para reforçar a função cargueira do avião
  • Veja o significado das principais letras usadas em aviões militares

Os aviões militares podem ter funções específicas que são definidas desde o momento em que o projeto começa a ser desenvolvido. As aeronaves podem ter como função principal as missões de ataque, bombardeio aéreo e patrulha, entre outras.

Essas características são evidenciadas já no nome do avião, normalmente formado por letras e números. Existe um padrão internacional em relação ao significado das letras: A de ataque, B de bombardeiro e C de cargueiro, por exemplo (veja mais abaixo).

As letras mexem diretamente com o marketing e as vendas dos aviões. Recentemente, a Embraer alterou o nome do mais novo avião militar da empresa de KC-390 para C-390 Millennium. Ao retirar a letra K (designada para aviões de reabastecimento aéreo), o objetivo da empresa foi ressaltar a letra C e o que ela significa.

Isso não quer dizer que o C-390 Millennium perdeu a função de reabastecimento aéreo. As características do avião não foram modificadas em nenhum ponto. Por questões de marketing e comerciais, a Embraer considerou que seria melhor reforçar a imagem de avião militar cargueiro.

Os aviões militares que mais chamam a atenção do público em geral são aqueles que começam com a letra F, como o F-15, F-18, F-22 ou F-35. Trata-se de aviões de caça (Fighter), com um design imponente e que conseguem facilmente quebrar a barreira do som.

Alguns aviões servem tanto para a aviação comercial como militar. Além das adaptações no avião em si, há também mudanças no nome.

Os aviões Embraer 190, utilizados normalmente para transporte presidencial e que foram usados para a missão de repatriação dos brasileiros que estavam na China, recebem a denominação na Força Aérea Brasileira de VC-2. O V é uma referência ao transporte de funcionários e o C de carga.

Em relação aos números, não há um padrão muito claro. Algumas vezes, as fabricantes utilizam a sequência dos projetos. Em outros casos, os números são simplesmente escolhidos a critério da própria fabricante.

Abaixo um pequeno glossário com algumas letras utilizadas em designação de aeronaves de uso militar, acompanhadas de suas definições:

  • A: Attack ou ataque, em português.

  • B: Bomber ou bombardeiro, em português.

  • C: Cargo/transport ou cargueiro, em português.

  • D: Drone control ou controlador de drone, em português.

  • E: Special electronics ou eletrônica especial, em português.

  • F: Fighter ou caça, em português.

  • K: Tanker ou tanque, em português.

  • H: Helicopter ou helicóptero, em português.

  • L: Cold weather operations ou operações em climas frios, em português.

  • M: Missile capability ou equipado com míssil, em português.

  • O: Observation ou observação, em português.

  • P: Patrol ou patrulha, em português.

  • R: Reconnaissance ou reconhecimento, em português.

  • S: Anti-submarine ou antissubmarino, em português.

  • T: Trainer ou treinamento, em português.

  • U: Utility ou utilitário, em português.

  • X: Research ou pesquisa, em português.

  • V: Staff transport ou transporte para funcionários, em português.

  • W: Weather reconnaissance ou reconhecimento do clima, em português

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Como é o teste de um avião novo, que inclui até queda de barriga

UOL Notícias

Todos a Bordo