PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

UOL News Economia #10: Como virar sócio de uma empresa e ter renda passiva?

Do UOL, em São Paulo

01/06/2022 04h00

Já pensou em virar sócio de uma empresa e receber uma renda extra em cima do lucro, de tempos em tempos? No mercado de ações, isso é possível. Ter renda passiva investindo em companhias listadas na Bolsa e que pagam dividendos a seus acionistas é o tema deste podcast UOL News Economia.

Neste segundo episódio da segunda temporada (10ª edição do podcast em geral), recebemos Ecio Costa, professor de Economia da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco). No bate-papo, ele fala sobre dividendos e juros sobre capital Próprio) e bônus. Leia os destaques da conversa neste texto ou assista à íntegra no vídeo acima.

O que são ações?

Ao comprar ações, você está se tornando sócio daquela empresa. "Você adquire uma pequena fração do que aquela empresa representa em termos dos seus negócios, dos seus ativos", diz Costa.

Segundo ele, é importante conhecer bem a empresa antes de investir. "Isso porque há empresas em diversos setores, em diversas condições financeiras, em mercados em expansão, outros que estão em declínio. Por isso, é sempre importante você fazer uma boa análise, para se tornar sócio daquela empresa", declara.

O que são dividendos?

Quando as empresas geram lucros, elas podem distribuir isso entre os acionistas (os investidores que compram ações). São os chamados dividendos.

"Se você é acionista, tem direito a receber uma parte desse lucro", diz Ecio Costa.

Segundo ele, empresas que não distribuem lucros, ou seja, que não pagam dividendos, têm uma atratividade menor no mercado justamente porque não fazem isso.

Costa ressalta a importância de diversificar os seus investimentos para ter ações de empresas pagadoras de dividendos.

Em geral, as empresas distribuem 25% do lucro. "Pode ser mais, pode ser menos. Mas quanto mais a empresa distribuir, pode ser interessante para ela atrair novos investidores", afirma.

Para ele, vale olhar o "dividend yield" da empresa, que é o quanto ela paga de dividendos em relação ao preço da ação.

O investidor recebe o dividendo como ações ou como valor em dinheiro (que é depositado na sua conta da corretora). "Se você tiver um bom planejamento, pode reinvestir esses dividendos comprando mais ações daquela empresa. A médio e longo prazo, você vai aumentando o valor de seu investimento, reinvestindo, e ele vai pagar dividendos cada vez maiores lá na frente, porque o montante aumentou", afirma.

Qual a certeza de receber dividendos?

O professor diz que não é possível ter 100% de previsibilidade do pagamento de dividendos.

"Vale olhar o desempenho do trimestre anterior. Dificilmente, haverá uma inversão muito grande de um trimestre para o outro. Então, isso já traz alguma previsibilidade de como a empresa vai se comportar no trimestre seguinte", declara.

Dividendos pagam impostos?

Costa diz que as empresas têm categorias de distribuição de resultados junto aos acionistas: os dividendos e os juros sobre capital próprio (JCP).

Nos dividendos, o valor pago é livre de impostos. Já no JCP, segundo o professor, quem paga os impostos são os acionistas. "A empresa não paga, e você, como acionista, paga 15% em cima desses juros sobre capital próprio", explica.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL News Economia, por exemplo, no Spotify, na Apple Podcasts, no Google Podcasts, na Amazon Music e no YouTube.

Assine o UOL e tenha acesso a conteúdos exclusivos com dicas, análises e opiniões para você cuidar melhor do seu dinheiro e conhecer as melhores opções de aplicação.