Bolsas

Câmbio

Marcela Temer poderia ter evitado deslize em discurso só usando o polegar

Reinaldo Polito

Reinaldo Polito

A primeira-dama Marcela Temer foi destacada como uma das mais importantes apoiadoras do Programa Nacional de Voluntariado - Viva Voluntário, lançado nesta segunda-feira (28), no Palácio do Planalto, em Brasília. O programa está sob a coordenação da Casa Civil.

Ao ler o seu discurso (veja o vídeo acima), ela cometeu o deslize de pronunciar a mesma frase duas vezes. Disse: "Devemos nos orgulhar dos cidadãos que, em situação de adversidade se unem para auxiliar ao próximo, seja em um momento de calamidade em alguma região do Brasil, ou fora do país".

Ela havia levantado os olhos para proferir o final desta frase, quando voltou ao papel se equivocou e repetiu: "seja em um momento de calamidade e... até mesmo... e... seja combatendo a discriminação social, étnica, religiosa ou de gênero".

A primeira-dama até que lê muito bem. Teve desempenho exemplar quando leu o discurso no lançamento do programa "Criança Feliz". Naquela oportunidade foi muito elogiada pela forma como se comunicou. Ela se apresenta sempre com postura elegante, gesticula com moderação, como tem de ser, tem o cuidado de olhar para todos os lados da plateia nas pausas mais prolongadas e nos finais de frases.

Além dessas qualidades, se expressa com voz sonora, bem timbrada, e com ritmo bastante agradável, pois alterna de maneira apropriada o volume da voz e a velocidade da fala.

Seus discursos são objetivos, com as etapas bem concatenadas, desde o princípio até a conclusão. Os textos são sempre bem adequados à circunstância, sem se desviar do foco central do tema.

Para evitar deslizes como esse que ela cometeu, bastaria acompanhar a linha da leitura com o dedo polegar. Dessa forma, depois de olhar para a plateia, sem se pressionar, voltaria os olhos para o texto sabendo exatamente em que local estava a sequência do discurso. Não foi nada grave, mas com essa precaução pode se sair ainda melhor nas próximas apresentações.

Superdicas da semana

  • Deslizes primários na leitura podem passar ideia de amadorismo
  • Um discurso para ser bem interpretado na leitura precisa de pelo menos uns dez ensaios
  • Olhe para a plateia nos finais de frases e pausas prolongadas
  • Coloque traços verticais no texto para marcar o momento de olhar para a plateia

Livros de minha autoria sobre oratória: "29 Minutos para Falar Bem em Público", publicado pela Editora Sextante. "As Melhores Decisões não Seguem a Maioria", "Oratória para advogados", "Assim é que se Fala", "Conquistar e Influenciar para se Dar Bem com as Pessoas", "Superdicas para falar bem" e "Como Falar Corretamente e sem Inibições", publicados pela Editora Saraiva. "Oratória para líderes religiosos", publicado pela Editora Planeta.

Siga no Instagram: @reinaldo_polito
Siga pelo Facebook - facebook.com/reinaldopolito
Pergunte para saber mais contatos@polito.com.br

Reinaldo Polito

Autor de 25 livros que venderam mais de 1 milhão de exemplares, dá dicas de expressão verbal para turbinar sua carreira.

UOL Cursos Online

Todos os cursos