IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

A Companhia

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Maior operadora de trens do país aumenta lucro no 3º tri; vale investir?

Eduardo Anizelli/ Folhapress
Imagem: Eduardo Anizelli/ Folhapress

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/12/2022 09h00

Esta é parte da newsletter A Companhia, que analisa se é o momento ou não de comprar ações da Rumo e traz os pontos positivos e negativos da empresa. Na newsletter completa, apenas para assinantes, veja perspectivas da empresa, para qual perfil de investidor é indicada, se ela está barata e quais os valores de compra e venda recomendados. Quer receber a edição completa no seu email na semana que vem? Clique aqui.

O destaque da semana na newsletter A Companhia é a Rumo, que atua em transporte ferroviário, operação portuária e armazenagem, escolhida pelo analista Bruno Marin, do PagBank.

Ele ressalta que, após resultados aquém do esperado nos dois primeiros trimestres do ano, a empresa divulgou um lucro líquido de R$ 309 milhões relativo ao período de julho a setembro - volume seis vezes maior no comparativo com igual intervalo de 2021.

A geração operacional de caixa medida pelo Ebitda também apresentou evolução expressiva, de 58% no trimestre, totalizando R$ 1,4 bilhão.

Neste ano, as ações da Rumo (RAIL3) acumulam alta de 9,7%, até 30 de novembro, segundo informações do TradeMap, hub independente do mercado financeiro. Em 2021, o desempenho ficou negativo em 7,7%.

Saiba mais sobre a Rumo

Trata-se da maior operadora ferroviária do país, nascida da fusão entre a Rumo Logística e a ALL - América Latina Logística, concluída em 2016.

O grupo está presente em oito estados, atuando em portos e terminais, o que engloba os três principais corredores de exportação brasileiros.

A companhia é o braço de logística da Cosan e seu foco principal é o agronegócio, com o transporte de grãos representando a maior parte das operações.

Por que as ações da Rumo são uma oportunidade para investir?

Marin observa que as operações da companhia vêm apresentando melhoras significativas, com destaque para a receita líquida, que atingiu R$ 2,9 bilhões no terceiro trimestre, com alta de 50% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Houve também um incremento na margem bruta de lucro, de 8,7 pontos percentuais no intervalo, alcançando 38% ao fim de setembro.

"Outros pontos de destaque estão na melhoria das tarifas de grãos cobradas pela Rumo, que estavam abaixo do que observamos historicamente, e no ramp-up [aceleração] do projeto Lucas do Rio Verde, que deverá seguir impactando positivamente os resultados da companhia nos próximos trimestres", diz o especialista.

O projeto no Mato Grosso visa conectar, de modo independente, o terminal rodoferroviário de Rondonópolis a Cuiabá e a Lucas do Rio Verde.

Ele destaca ainda que a empresa tem um potencial de aumento tarifário de aproximadamente 28% na malha de Rondonópolis até atingir o limite de competitividade, e de mais de 100% no projeto de Lucas do Rio Verde, após a execução total do projeto de extensão.

Pontos a favor

  • Companhia é líder de mercado e possui vantagens competitivas;
  • Exposição ao crescimento do agronegócio;
  • Barreiras de entrada para novos concorrentes são elevadas.

Pontos contra

  • Risco de desaceleração econômica, tanto no mercado interno quanto no exterior;
  • Setor demanda volume expressivo de capital;
  • Risco de quebra nas safras de milho e soja.

****

LEIA MAIS NA NEWSLETTER

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.