PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Coluna

Descomplique


Com a crise do coronavírus, vale a pena investir agora?

Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

26/05/2020 04h00

Muitas pessoas pensam em começar a investir agora, pois escutam que as ações estão em promoção, que o preço caiu muito e que este é um ótimo momento para iniciar ou colocar mais dinheiro nos investimentos. Quais são os riscos em adotar essa estratégia? Vale mesmo a pena investir agora?

Estamos passando por um momento de crise e muitas incertezas. Isso não está atingindo somente os investidores da bolsa de valores e os brasileiros, mas o mundo. É fato que isso se torna bastante atrativo para quem quer investir, pois existem muitas oportunidades no mercado, mas isso também pode se tornar uma armadilha.

Muito cuidado

A vontade de colocar o dinheiro para gerar mais renda é realmente grande, mas esse desejo acaba fazendo com que alguns pontos fundamentais, com os quais você deve tomar cuidado antes de começar a investir, sejam ignorados.

É comum ver pessoas que não têm conhecimento ou experiência com o mercado financeiro querendo começar logo pelas ações. Acham que se acertarem na escolha da empresa vão conseguir atingir a riqueza de forma muito rápida e fácil. Existem muitas pessoas que acreditam que a bolsa de valores é como um cassino, em que você coloca R$ 100 reais uma única vez e em questão de pouquíssimo tempo já tem o valor equivalente a 300 mil reais.

Tenha uma reserva

Antes de pensar em iniciar sua jornada como investidor, é essencial ter uma base boa e segura com suas finanças. O primeiro passo é ter uma reserva de emergência formada, pois é ela quem vai socorrer você caso ocorra qualquer imprevisto ou urgência na sua vida.

Esse dinheiro vai servir para cobrir os gastos que acontecem quando menos esperamos. Ao invés de se desesperar em um momento delicado ou pensar em fazer um empréstimo para poder sair da situação, a reserva está ali justamente para ocupar esse lugar e dar maior tranquilidade a você.

Os juros de empréstimos, na grande maioria dos casos, serão muito mais do que os rendimentos com investimentos. Por isso, nem pense em investir se não tiver um dinheiro guardado para eventualidades.

Vá em frente

Se você já tem uma reserva de emergência, vale sim a pena investir neste momento. Porém, é preciso saber que não dá para prever o que vai acontecer com a bolsa e a economia nos próximos meses. É fato que teremos muita variação em ambos, e o investidor que não estiver preparado financeira e emocionalmente para isso pode perder muito dinheiro nos investimentos.

Longo prazo

Evite correr riscos com os quais não está acostumado ou que ainda não entende. Lembre-se de que renda variável é um excelente investimento para o longo prazo e nesse caso estamos falando de 10 anos ou mais. As variações de curto prazo vão ocorrer e não devem ser motivos para a venda do ativo sem um motivo específico.

Se você já seguiu os passos anteriores, entendeu bem como e por que os investimentos funcionam, dedica um tempo da sua semana para estudar ações e bolsa de valores, com certeza vai encontrar muitos investimentos com o preço bastante atrativo, bem abaixo do que estavam sendo vendidos há alguns meses.

Dicas de como planejar o seu salário - Descomplique #1

UOL Notícias

Descomplique