PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Econoweek

4 dicas para devorar muito mais livros em 2021

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone é economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

12/01/2021 04h00

Já com alguns dias corridos de 2021, nunca é tarde para desejar um feliz ano novo a todos que seguem esta coluna!

Uma pergunta para iniciar nossa conversa: você já fez seus pedidos para 2021?

Refleti nesta virada de ano sobre o que eu gostaria de conquistar. Há ambições maiores como o crescimento do canal Econoweek, mas também metas que dependem de mudanças de hábito.

Separei só duas delas que quero alcançar em 2021. Se eu chegar em dezembro tendo mudado isso, já vou ter ficado muito feliz: comer de maneira mais saudável e ler mais livros.

A primeira mudança quero fazer por uma questão de saúde. Ficando em casa ao longo da quarentena, me vi mais tentada a comer doces e guloseimas. A segunda meta foi porque perdi o foco de leitura devido à ansiedade. Li 12 livros em 2020, mas poderia ter sido melhor.

Para isso, mudei algumas atitudes:

Carregar o livro

Agora, carrego o meu livro para onde eu vou. Quando sobra um tempinho, mesmo que apenas cinco minutos na espera de uma consulta, eu o leio.

Ter uma rotina de leitura noturna

A segunda atitude foi arrumar uma cômoda para começar a ler um pouco antes de dormir ou na madrugada quando acordo, já que eu também tenho um dispositivo Kindle que permite ler no escuro.

Ter mais de um livro

Eu sempre estou lendo mais de um livro, geralmente um mais técnico e outro de ficção. Assim, tenho leituras diferentes caso eu enjoe de alguma.

Fazer uma pausa pós almoço

Outra atitude foi adotar o hábito de tirar 20 minutos depois do almoço para a leitura. Reservo uma poltrona confortável. Além de desacelerar, avanço na minha leitura.

Sobre os hábitos alimentares, que para mim estão sendo mais difíceis, vou falar na próxima coluna. O que você quer mudar em 2021? Comente abaixo ou no nosso Instagram ou Youtube. Até a próxima!