PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Econoweek

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Quatro passos para as mulheres conquistarem a independência financeira

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone é economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

09/03/2021 04h00

Tão presente no dia a dia, o dinheiro ainda é um assunto considerado tabu para parte das mulheres. Mesmo com os avanços e elas já representando cerca de 40% dos chefes de família, as mulheres somam apenas 26% dos investidores da bolsa.

Ainda assim, independência financeira é o objetivo de muitas, independência esta que significa se ver livre de dívidas, não depender de créditos para fechar o mês, ter dinheiro suficiente para mudar de profissão ou abrir um negócio e, em outra instância, viver dos juros dos próprios investimentos.

Nesta coluna, destacamos quatro atitudes positivas para seu bolso e sua independência financeira.

Promova a conversa entre amigas

Conversar sobre assuntos financeiros com homens pode gerar certo constrangimento. Por isso, é importante buscar falar sobre salário, investimentos e outros temas com outras mulheres. Hoje em dia já existem páginas específicas para isso no Instagram, como a Mulher Trade e Invista como uma garota.

Não terceirize a responsabilidade

É comum ainda vermos mulheres terceirizando a responsabilidade de pagar as contas. São os casos de mulheres que estão no mercado de trabalho, mas que ao receberem o salário transferem para o marido pagar as contas e investir o dinheiro.

Assumir parte dessa administração é bom no sentido de gerar mais autoconfiança. Além disso, em uma situação em que tenha de se virar sozinha, a pessoa conseguirá arcar com a responsabilidade.

Evite a competição

Sabemos que o nível salarial entre homens e mulheres é diferente, mesmo ocupando os mesmos cargos. Busque o crescimento profissional, mas sem fazer comparações constantes com o namorado, marido ou amigos. Isso só vai trazer um sentimento de inferioridade e insegurança.

Ao contrário, procure o sexo oposto para apoiar você. Pessoas que são boas no que fazem, sendo homens ou mulheres, podem ser ótimas mentoras em sua jornada profissional.

Comece pela reserva de emergência

Se ainda não possui nenhum investimento, o primeiro passo nesse universo é construir a reserva de emergência, um valor equivalente a alguns meses de gastos (entre seis e 12 meses).

É essa primeira reserva que garante a você a primeira independência financeira: a de dívidas. Em caso de algum imprevisto, não será mais preciso recorrer ao cheque especial ou cartão de crédito, pois haverá essa reserva de segurança.

Você já tem essas atitudes com o seu dinheiro? Deixe um comentário abaixo ou no nosso YouTube ou Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL