IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Dólar fecha em alta de 0,37%, cotado a R$ 2,398 na venda

Do UOL, em São Paulo

18/02/2014 17h15Atualizada em 18/02/2014 17h15

dólar comercial fechou em alta de 0,37% nesta terça-feira (18), cotado a R$ 2,398 na venda. 

A alta por aqui acompanhou a tendência da moeda norte-americana em mercados emergentes, um dia depois do feriado do dia do Presidente nos Estados Unidos.

"Na véspera, não houve fluxo de estrangeiros em função do feriado nos EUA e esse movimento está sendo corrigido hoje", afirmou à agência de notícias Reuters o especialista em câmbio da corretora Icap Italo Abucater.

Investidores também avaliaram o impacto de decisões dos bancos centrais da China e do Japão. Enquanto o BC chinês reduziu a circulação de moeda no mercado, o BC japonês apontou na direção contrária, ao prorrogar programas especiais de empréstimo. 

Mercado espera ata de reunião do BC dos EUA 

Os investidores aguardam, nesta quarta-feira (19), a divulgação da ata da última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano).

A ata explicará os motivos pelos quais o Fed decidiu cortar novamente em US$ 10 bilhões seu programa de estímulos econômicos. O documento deve trazer também a avaliação de dirigentes do BC norte-americano sobre o ritmo da economia. Atualmente, o BC dos EUA injeta US$ 65 bilhões por mês no mercado.

Será a primeira ata com o Fed sob o comando de Janet Yellen. Em audiência no Congresso americano na semana passada, Yellen traçou um cenário positivo para a economia dos EUA, embora tenha ponderado que o mercado de trabalho ainda está longe do ideal e que a redução dos estímulos econômicos ocorrerá de forma gradual.

Investidores avaliam declarações de presidente do BC brasileiro

No contexto brasileiro, os investidores analisaram declarações dadas pelo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, em entrevista coletiva à imprensa internacional nesta terça-feira.

Tombini disse que a economia brasileira deve ter crescido menos de 2,3% em 2013, mas que os investimentos em infraestrutura deixarão o Brasil em melhor forma.

Tombini afirmou, ainda, que o BC tem vários instrumentos para trazer a inflação para baixo. O presidente disse que o BC tem feito o "dever de casa" para controlar a alta dos preços.

Atuações diárias do BC brasileiro no mercado de dólar

As atuações do Banco Central brasileiro também influenciaram o resultado do dólar. O BC manteve seu programa de intervenções diárias no câmbio, com as novas regras anunciadas em dezembro.  

Agora, em vez de 10 mil contratos de swap cambial tradicional (que equivalem à venda de dólares no mercado futuro), são ofertados 4.000 contratos diariamente.

Nesta terça, o BC vendeu todos os contratos ofertados, com vencimento em 1º de dezembro. O BC ofertou também swaps para 1º de agosto, mas não vendeu nenhum. A operação movimentou US$ 198,1 milhões. 

BC faz 9º etapa de rolagem de contratos de dólar que vencem em março

O BC realizou a nona etapa de rolagem dos contratos de swap cambial tradicional (equivalente à venda futura de dólares) que vencem em 5 de março.

Foram vendidos 10,5 mil contratos com vencimento em 2 de janeiro de 2015. O BC também ofertou swaps para 1º de outubro deste ano, mas não vendeu nenhum. A operação movimentou US$ 516,6 milhões.

No total, o BC já rolou o equivalente a US$ 4,646 bilhões, ou cerca de 63% do lote total que vence no próximo mês, que corresponde a US$ 7,378 bilhões.

(Com Reuters e Valor)

Clique na imagem e entenda como funciona o mercado de dólar

Clique na imagem e saiba os motivos do sobe e desce do dólar