PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Cotações

Bolsa sobe 0,33% na sexta alta seguida; Vale tem avanço de 60% em seis dias

Do UOL, em São Paulo

07/03/2016 18h48Atualizada em 07/03/2016 18h56

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, emendou a sexta alta seguida, mas o avanço desta segunda-feira (7) foi menor que os da semana passada. A Bovespa fechou com valorização de 0,33%, a 49.246,1 pontos. Com isso, manteve-se no maior nível de fechamento desde 9 de outubro do ano passado (49.338,41 pontos).

Em seis dias, a Bovespa acumula avanço de 18,40%. Na sexta-feira, a Bolsa havia subido 4,01% e terminado a semana com valorização de 18,01%.

A alta de hoje foi puxada, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da Vale, da Petrobras e das siderúrgicas.

Vale dispara 60% em 6 dias

A mineradora Vale teve o sexto dia seguido de alta. Os papéis da empresa foram influenciados pela alta dos preços do minério de ferro na China: o produto avançou 19,5% nesta sessão, a US$ 62,60 por tonelada, maior valor desde 15 de junho de 2015.

As ações preferenciais da Vale (VALE5), com prioridade na distribuição de dividendos, saltaram 9,04%, a R$ 12,78. Em seis dias, o avanço chega a 58,17%.

Já as ações ordinárias da Vale (VALE3), com direito a voto em assembleia, subiram 6,22%, a R$ 17,58. Em seis sessões, a alta é de 59,82%.

Assim como a Vale, as siderúrgicas também fecharam em alta: as ações da CSN (CSNA3) subiram 8,86%, a R$ 8,23; as ações da Gerdau (GGBR4) avançaram 5,54%, a R$ 4,95; as ações da Metalúrgica Gerdau (GOAU4) tiveram alta de 4,22%, a R$ 1,73; e as ações da Usiminas (USIM5) fecharam em alta de 7,35%, a R$ 1,46.

Petrobras ganha em uma e perde na outra

Após disparar na semana passada, as ações preferenciais da Petrobras (PETR4) avançaram hoje 2,08%, a R$ 7,37. Foi o sexto pregão de alta e, nesse período, o papel acumula valorização de 51,33%.

No sentido oposto, as ações ordinárias da Petrobras (PETR3) fecharam em queda de 0,70%, a R$ 9,91, e interromperam uma sequência de cinco altas.

Nesta sessão, os papéis foram influenciados pela alta do petróleo no mercado internacional. O barril do petróleo Brent, negociado em Londres, subiu 5,48% e fechou a US$ 40,84, maior valor em 2016.

Bancos caem

Os bancos ajudaram a limitar o avanço do Ibovespa no dia, também após terem subido forte na semana passada. 

As ações do Bradesco (BBDC4) caíram 2,82%, a R$ 26,16, e as ações do Itaú Unibanco (ITUB4) recuaram 0,45%, a R$ 31,21. As ações do Banco do Brasil (BBAS3) terminaram o dia quase estável, com leve ganho de 0,05%, a R$ 18,26. 

Dólar sobe, mas fecha abaixo de R$ 3,80

No mercado de câmbio, o dólar comercial começou a semana em alta, interrompendo uma sequência de quatro quedas, mas ainda abaixo de R$ 3,80. A moeda fechou esta sessão com valorização de 0,88%, a R$ 3,794 na venda. 

Na sexta-feira, o dólar havia caído 1,09% e encerrado a semana com desvalorização de 5,93%

Bolsas internacionais

As Bolsas de Valores da Europa fecharam em queda.

  • Itália: -1,20%;
  • Alemanha: -0,46%;
  • Portugal: -0,45%;
  • França: -0,32%;
  • Espanha: -0,28%;
  • Inglaterra: -0,27%

Parte das Bolsas da Ásia e do Pacífico fechou em alta e outra parte, em baixa. A da China avançou pelo quinto dia seguido, puxada pelas ações de empresas ligadas a matérias-primas.

  • Austrália: +1,04%;
  • China: +0,85%;
  • Taiwan: +0,19%;
  • Coreia do Sul: +0,11%;
  • Hong Kong: -0,08%;
  • Cingapura: -0,48%;
  • Japão: -0,61%

(Com Reuters) 

Mais sobre Bolsa e dólar

  • UOL

    Direto da Bolsa

    Dólar e Bolsa são influenciados pelas notícias do dia. Leia os destaques de hoje aqui

  • Thinkstock

    UOL Invest

    O simulador de Bolsa UOL Invest é grátis e permite que você aprenda como investir e concorra a tablets e passagens aéreas. Acesse por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: uolinvest.economia.uol.com.br)

  • Alex Almeida/Folhapress

    Consulte suas ações

    Quer saber o preço de suas ações preferidas? Consulte o UOL Cotações, veja gráficos no formato que quiser, desempenho no dia e histórico de 1 ano. Acesse por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: http://uol.com/bfdNjz)

  • Shutterstock

    Histórico do dólar

    Precisa saber quanto estava custando o dólar, o euro, o peso argentino um tempo atrás? Veja o histórico do UOL Cotações de até 1 ano para as principais moedas do mundo. Acesse grátis por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: http://uol.com/bwdPmd)

 

Cotações