Bolsas

Câmbio

Bolsa emenda segunda alta e sobe 1%, puxada por bancos; Embraer salta 4,95%

Do UOL, em São Paulo

Após começar o dia em queda, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, mudou de sentido à tarde e fechou esta quinta-feira (16) em alta de 1,02%, a 49.411,62 pontos. É o segundo avanço seguido da Bovespa. Na véspera, havia subido 0,55%.

A alta de hoje foi puxada, principalmente, pelo desempenho positivo das ações dos bancos, que têm grande peso sobre o Ibovespa. A Embraer saltou quase 5% e teve a maior alta do dia.

Embraer

As ações da fabricante de jatos Embraer (EMBR3) saltaram 4,95%, a R$ 18,24, após o Bank of America Merrill Lynch elevar a recomendação do ADR (American Fepositary Receipt, recibo que representa a ação de uma empresa estrangeira na Bolsa de Nova York) da companhia para "compra".

O Bank of America disse, ainda, que os papéis da brasileira estão sendo negociados muito abaixo de índices de referência do mercado e das ações de rivais, e que os fundamentos da fabricante de jatos são de estáveis a positivos.

Bancos

As ações do Itaú Unibanco (ITUB4) subiram 1,83%, a R$ 28,99, e as ações do Bradesco (BBDC4) ganharam 1,5%, a R$ 24,36.

As ações do Banco do Brasil (BBAS3) se valorizaram 0,56%, a R$ 16,19.

Vale

As ações ordinárias da Vale (VALE3), com direito a voto em assembleia, tiveram alta de 1,53%, a R$ 15,23. 

As ações preferenciais da Vale (VALE5), que dão prioridade na distribuição de dividendos, fecharam praticamente estáveis, com leve baixa de 0,08%, a R$ 12,18.

Petrobras 

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3) se valorizaram 1,22%, a R$ 10,77, enquanto as ações preferenciais (PETR4) seguiram no sentido oposto e perderam 0,12%, a R$ 8,50.

Apesar de os preços do petróleo no mercado internacional terem caído pelo sexto dia seguido, os papeis foram influenciados pela notícia de que a estatal iniciou processo para venda da Liquigás Distribuidora.

Dólar sobe 0,1%, a R$ 3,47

No mercado de câmbio, o dólar comercial quebrou uma sequência de duas quedas e fechou em leve alta de 0,1%, cotado a R$ 3,47 na venda.

Na véspera, a moeda norte-americana havia caído 0,39%.

Bolsas internacionais

As principais Bolsas de Valores da Europa fecharam em queda.

  • Itália: -0,98%
  • Portugal: -0,89%
  • Espanha: -0,62%
  • Alemanha: -0,59%
  • França: -0,45%
  • Inglaterra: -0,27%

As Bolsas da Ásia e do Pacífico também fecharam o dia no vermelho.

  • Japão: -3,05%
  • Hong Kong: -2,1%
  • Taiwan: -1,3%
  • Coreia do Sul: -0,86%
  • Cingapura: -0,82%
  • China: -0,48%
  • Austrália: -0,02%

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos