Bolsas

Câmbio

Bolsa fecha quase estável após atingir nível recorde na véspera

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (19) quase estável, com leve queda de 0,02%, a 75.974,18 pontos. Na véspera, a Bolsa terminou com valorização de 0,31%, a 75.990,41, maior nível da história.

A sessão foi influenciada, principalmente, pelo desempenho negativo dos papéis da mineradora Vale (-0,96%) e dos bancos Itaú Unibanco (-0,36%) e Banco do Brasil (-0,12%). Por outro lado, as ações da Petrobras (+0,66%) e da Ambev (+0,94%) fecharam em alta. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa. 

As ações da JBS terminaram o dia em queda (-0,94%). A empresa avisou nesta terça-feira o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e o BNDESPAr que pode tomar medidas legais contra ambos após declarações críticas do presidente do banco, Paulo Rabello de Castro.

Dólar fecha quase estável, a R$ 3,136

dólar comercial fechou esta terça-feira praticamente estável, com leve alta de 0,02%, cotado a R$ 3,136 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana subiu 0,67%. 

Os investidores aguardavam decisão do comitê de política monetária do Federal Reserve, banco central norte-americano, na quarta-feira (20). O mercado não espera aumento de juros nos EUA agora, mas os investidores vão buscar pistas sobre as chances de outra alta neste ano e quantas podem ser esperadas em 2018. Juros maiores nos EUA podem atrair para lá recursos atualmente aplicados em economias onde as taxas são hoje mais vantajosas, como a brasileira.

(Com Reutes) 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos