ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Cotações

Dólar sobe e fecha a R$ 3,661, maior valor em mais de 2 anos; Bolsa cai

Do UOL, em São Paulo

15/05/2018 17h06Atualizada em 15/05/2018 17h29

O dólar comercial emendou a terceira alta e fechou esta terça-feira (15) com valorização de 0,9%, cotado a R$ 3,661 na venda. É o maior valor de fechamento desde 7 de abril de 2016, quando o dólar valia R$ 3,694. Na véspera, a moeda havia subido 0,76%.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 0,12%, a 85.130,42 pontos. Na véspera, o índice terminou o dia praticamente estável, com leve alta de 0,01%.

Leia também:

Bancos caem; Petrobras e Vale sobem

Entre os destaques da Bolsa, as ações do Banco do Brasil (-2,72%), do Bradesco (-0,59%) e do Itaú Unibanco (-0,38%) fecharam em baixa. Por outro lado, os papéis da Petrobras (+2,52%) e da mineradora Vale (+0,7%) registraram alta. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Juros nos EUA e eleições no Brasil

Investidores estavam preocupados com a possibilidade de os Estados Unidos acelerarem o ritmo de alta dos juros, após dados positivos do comércio em abril. Juros maiores nos EUA podem atrair para lá recursos aplicados em outros mercados, como o brasileiro.

No Brasil, o mercado ainda reagia à pesquisa de intenção de votos para a Presidência, que indicou preferência do eleitorado por candidatos considerados menos comprometidos com o controle dos gastos públicos. Pesquisa CNT/MDA, divulgada na segunda, mostrou que Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT) estão nas primeiras colocações, num cenário sem a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como candidato.

(Com Reuters)

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Cotações