PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Cotações

Dólar sobe após 3 quedas e fecha a R$ 3,725; Bolsa cai mais de 2%

Do UOL, em São Paulo

18/10/2018 17h06Atualizada em 18/10/2018 17h31

dólar comercial fechou esta quinta-feira (18) em alta de 1,16%, cotado a R$ 3,725 na venda, após três dias seguidos de baixa.

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 2,24%, a 83.847,12 pontos. Entre os destaques da Bolsa, as ações da mineradora Vale (-3,91%), da Petrobras (-3,21%), do Itaú Unibanco (-2,97%), do Bradesco (-2,76%) e do Banco do Brasil (-1,16%) fecharam em queda. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Na véspera, o dólar caiu 1,02% e foi a R$ 3,682, o menor valor de fechamento desde 25 de maio (R$ 3,668), enquanto a Bolsa ficou praticamente estável, com leve ganho de 0,05%

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Leia também:

Eleições no Brasil

Investidores acompanhavam o noticiário político brasileiro. Nesta quinta, a "Folha" publicou reportagem sobre uma suposta ação de empresários nas redes sociais favorecendo o candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro. A prática, segundo o jornal, pode ser configurada como doação de empresas à campanha, o que é proibido pela legislação eleitoral.

Em resposta, Bolsonaro afirmou não ter controle sobre atos de empresários e que até mesmo pessoas ligadas à oposição poderiam estar agindo para prejudicá-lo.

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, disse que sua campanha pode entrar com pedidos de prisão contra o adversário.

Além disso, o mercado aguardava os números da nova pesquisa de intenção de votos do Datafolha, que deve ser divulgada nesta noite. Investidores consideram que Bolsonaro faria um governo mais comprometido com reformas econômicas e com o controle de gastos devido ao perfil liberal de seu principal assessor econômico, Paulo Guedes.

Resultados de pesquisas, notícias sobre candidatos e boatos deixam o mercado financeiro agitado, favorecendo a especulação na Bolsa de Valores e no câmbio.

Atuação do BC

O Banco Central ofertou e vendeu integralmente nesta 7.700 swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 5,005 bilhões do total de US$ 8,027 bilhões que vence em novembro.

Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

(Com Reuters)

Cotações