IPCA
0.13 Mai.2019
Topo

Cotações


Cotações

Ação da Taurus opera em queda de mais de 3% com mudança em decreto de armas

Do UOL, em São Paulo

2019-05-22T12:13:12

2019-05-22T17:10:32

22/05/2019 12h13Atualizada em 22/05/2019 17h10

As ações da fabricante de armas Taurus operavam em queda de mais de 3% na Bolsa de Valores. Por volta das 15h50, os papéis preferenciais da empresa (FJTA4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, caíam 3,26%, enquanto os ordinários (FJTA3), com direito a voto em assembleia, registravam baixa de 1,63%.

As ações da Taurus não fazem parte do Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, e são negociadas em outro índice. Também por volta das 15h50, o Ibovespa operava na estabilidade, com oscilação positiva de 0,02%, a 94.505,99 pontos, e o dólar comercial registrava baixa de 0,30%, a R$ 4,035 na venda.

Mudança em decreto sobre armas influencia queda

A queda nas ações da Taurus era influenciada pela mudança no decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) no início do mês que amplia o porte de armas em todo o país. Entre outros pontos, o Planalto informou que "não será conferido o porte de arma de fuzis, carabinas, espingardas ou armas ao cidadão comum".

Segundo o governo, as alterações foram motivadas por "questionamentos feitos perante o Poder Judiciário, no âmbito do Poder Legislativo e pela sociedade em geral". O governo, porém, diz que as modificações não alteram a "essência" do decreto original.

Bolsonaro sobre armas: palavra final é da Câmara ou Justiça

Band Notí­cias

Mais Cotações